• (0) Comentários
  • Votação:

Polvo Paul? No Brasil, par de peixes cearenses é usado para antecipar o placar das partidas

Daniel Leal - Diário de Pernambuco

Publicação:

21/06/2013 14:41

 

Atualização:

21/06/2013 14:57

Fortaleza — Para quem acredita em reencarnação, o polvo Paul está novamente entre nós. Agora, em forma diferente, é bem verdade. Mais: em dose dupla. O molusco, que se tornou famoso por “prever” os resultados de diversos jogos da última Copa do Mundo e morreu há quase três anos, agora tem como novos discípulos os peixes apelidados de Neymar e Fred. Do aquário de Oberhause, na Alemanha, diretamente para o bairro de Monteje, em Fortaleza. O sucesso é o mesmo e certeiro. “Sem perigo de errar”, garante José Laurindo, de 61 anos, comerciante e treinador da dupla de “atacantes”. O processo, porém, é de exclusividade da Seleção Brasileira e funciona de maneira inusitada. Os peixes-artilheiros “chutam” a bola. Fazem os gols.

 

A dupla tem acertado os dois jogos em que arriscaram a previsão na atual Copa das Confederações. Primeiro, os 3 x 0 diante do Japão. Depois, os 2 x 0 sobre o México. O método para se chegar ao placar é simples: Laurindo fabricou duas pequenas traves e, com uma bolinha na mão, atrai um dos bichos. De modo habilidoso, ele coloca a bola sobre a água e aí é só esperar o “chute”. Ora com a cauda, ora com a cabeça. Fred e Neymar não deixam nada parado muito tempo no seu reduto e logo acertam as redes. O placar para Brasil e Itália já está definido: 3 x 0. Neymar marcou duas vezes, e Fred, uma.

José Laurindo cria os peixes em uma pequena bacia no terraço da modesta casa onde mora com a esposa e dois filhos. Há dois anos, percebeu que a espécie tamanduatá tinha o “dom” de arremessar coisas que caíam na água. “Deixava aqui aberto, sem tampa, e, quando, eu ia passando, eles se agitando e eu dizia: ‘que negócio é esse? Esse cara vai me dar alguma coisa’. Aí joguei um pregador de roupa e o bicho ‘pum’, sacudiu fora. Comecei a treiná-los e, hoje, tá esse sucesso”, detalhou, emendando: “Foi aí que tive a ideia de colocá-los para acertarem o placar. Comecei adestrando, que nem em circo mesmo”, disse sobre o assunto que é sensação em Fortaleza.


Ricardo Fernandes/DP/D.A Press

 

O primeiro peixinho logo morreu vítima das travessuras do filho do comerciante. Não demorou e chegou uma nova dupla. “Um tem seis meses de treinos comigo, e o outro, 30 dias. O primeiro, que faz mais gol, é Neymar. O outro, que não faz tanto gol assim, é o Fred”, explicou Laurindo, que costuma pescar por lazer desde criança e hoje revende peixes em casa.

Oráculo com tentáculos


O polvo Paul ganhou fama ao acertar o vencedor das partidas disputadas pela Alemanha no Mundia de 2010l. Além disso, acertou que a Espanha seria campeã. No total, foram oito palpites, todos corretos. As “previsões” de Paul eram feitas assim: duas caixinhas com as bandeiras dos dois países envolvidos eram colocadas no aquário; cada uma delas continha um pouco de comida. A seleção do recipiente escolhido era considerada a “vencedora” do jogo.

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Últimas notícias

+