COLUNA DO JAECI

Classificado!

Se é o que tem para o momento, que o Cruzeiro goleie seu próximo adversário, faça um treino de luxo e comece a se preparar para as fases que valerão de verdade

postado em 16/02/2017 12:00 / atualizado em 16/02/2017 13:30

Rudy Trindade/Light Press/Cruzeiro

O Cruzeiro passou pelo primeiro teste na Copa do Brasil. Derrotou o Volta Redonda por 2 a 1 e garantiu vaga na próxima fase da competição. O time mineiro encontrou dificuldades para construir o placar, mas em nenhum momento teve sua classificação ameaçada. Não jogou o futebol dos primeiros jogos do ano, mas o suficiente para deixar o torcedor animado, com a possibilidade de crescimento ao longo da competição. Alisson e Robinho marcaram os gols do time azul.

Claro que o Volta Redonda não é do tamanho do Cruzeiro, mas, jogando em casa, deu um certo trabalho, principalmente no segundo tempo, quando ameaçou o gol de Rafael. Agora o Cruzeiro vai pegar o São Francisco, do Pará, no Mineirão, pela segunda fase. Confesso que nunca ouvi falar desse time, mas a Copa do Brasil é isso. Incharam a competição para agradar aos presidentes de federações, e há jogos contra equipes desconhecidas e que nada acrescentam ao futebol brasileiro.

Mas se é o que tem para o momento, que o Cruzeiro goleie seu próximo adversário, faça um treino de luxo – e não se pode pensar diferente – e comece a se preparar para as fases que valerão de verdade, a partir das oitavas de final. Como segundo maior ganhador de taças na Copa do Brasil, o time mineiro é um dos fortes candidatos ao título. Se vai chegar ou não, só as partidas e o tempo dirão, pois o torneio se arrastará até novembro.

Show em Paris e em Munique

Não estou falando de U2 ou Coldplay em show na Torre Eiffel, e sim da belíssima partida que o Paris Saint-Germain fez, ao golear o Barcelona por 4 a 0, na terça-feira, no Parque dos Príncipes, e praticamente garantir sua passagem às quartas de final da Liga dos Campeões. Claro que haverá o jogo de volta, em 8 de março, no Camp Nou, em Barcelona, mas acho improvável que o time catalão faça cinco gols ou, pelo menos, quatro sem levar nenhum. Di María foi o dono do jogo, com dois belos gols. Ele, que deixou Lucas no banco. O uruguaio Cavani brilhou, mais uma vez, e deixou sua marca. Foi um chocolate que deixou Messi, Suárez e Neymar atordoados. Aliás, Neymar ainda se salvou, por tentar construir jogadas. Messi foi um fracasso.

Tenho notado que no futebol europeu as equipes consideradas mais fracas estão crescendo e encarando os poderosos de igual para igual. Há muito o Barcelona não pratica aquele futebol que nos encheu os olhos. Haja vista seus tropeços no próprio Campeonato Espanhol. No futebol a palavra impossível não existe. Porém, tirar essa diferença, mesmo atuando em casa, eu não acredito, mesmo porque o PSG é um timaço e o príncipe árabe, dono dele, está rindo à toa. Foi visto em badalado restaurante após o jogo, comemorando o belíssimo triunfo.

Sou apaixonado pela Liga dos Campeões, tanto que tive a honra e o privilégio de cobrir 11 finais. Neste ano, a decisão será em Cardiff, capital do País de Gales, no Millenium Stadium, onde estive em 2000 com a Seleção Brasileira – vencemos os galeses por 3 a 0. Naquela oportunidade, o teto retrátil do estádio foi inaugurado. A novidade da Champions nesta temporada é que a finalíssima será em 3 de junho, e não em maio, como é tradição. Quem nunca foi vale a pena conferir. Confesso que é melhor que final de Copa do Mundo.

Ontem, em Munique, o Bayern, comandado por Robben, não tomou conhecimento do Arsenal e aplicou-lhe impiedosa goleada, 5 a 1, com dois gols de Thiago Alcântara, filho de Mazinho, e praticamente garantiu vaga nas quartas.

Pela terceira vez seguida, os alemães enfrentam os Gunners e se dão bem. O primeiro tempo foi até equilibrado, mas na etapa final o Bayern foi marcando os gols do jeito que quis e acabou por humilhar o time de Arsène Wenger, que dirige o Arsenal desde 1996. Há rumores de que ao fim da temporada ele será demitido. Caso o Barcelona não inverta a vantagem do PSG, Bayern e o time parisiense serão os mais fortes candidatos ao título. A Liga dos Campeões é mesmo um colírio para os olhos de quem gosta do futebol-arte, de craques e de gols.

Tags: cruzeiroec