Você está em MG

MERCADO

Dirigente do Milan admite possibilidade de Robinho jogar no Atlético em 2013

Adriano Galliani está no Brasil para negociar o atacante com um clube brasileiro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 26/12/2012 11:48 / atualizado em 26/12/2012 15:18

Redação /Superesportes

REUTERS/Max Rossi


O presidente do Atlético, Alexandre Kalil, ainda busca um nome de impacto para reforçar o Atlético na disputa da Copa Libertadores de 2013. E o atacante Robinho é uma possibilidade.

Na manhã desta quarta-feira, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, em caminhada pela praia do Leblon, no Rio de Janeiro, admitiu a jornalistas que estavam no local que o Galo pode, sim, ser o destino do jogador, que já demonstrou sua vontade de sair do clube de Milão.

Antes de desembarcar no Brasil, o dirigente italiano expôs publicamente que viria ao país fazer negócios. "Eu planejei minha viagem ao Brasil há meses. Será uma viagem de trabalho, não vou de férias. Temos duas negociações em andamento por Pato e Robinho, que pediram para deixar o Milan. E eu também já sei o que acontecerá no caso deles deixarem o clube", afirmou Galliani.

Kalil nunca escondeu sua admiração pelo futebol do atacante. O Atlético chegou a fazer uma consulta, mas, inicialmente, desistiu em razão dos altos valores pedidos.

Na noite desta terça-feira, o Flamengo, que manifestou interesse no atleta, desistiu oficialmente por causa do valor da operação.

De acordo com Galliani, clubes de São Paulo (sem citar quais são) estão com o atacante na mira. O Santos, ex-time do jogador, é um deles.