CRUZEIRO 5 X 0 ATLÉTICO-GO

Cruzeiro goleia Atlético-GO e fica muito perto das oitavas de final da Copa do Brasil

Equipe celeste volta ao Mineirão e mantém 100% de aproveitamento no estádio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/07/2013 23:47 / atualizado em 10/07/2013 00:13

Ramon Lisboa/EM/D.A. Press

Na volta ao Mineirão, o Cruzeiro manteve os 100% de aproveitamento no estádio e abriu boa vantagem na terceira fase da Copa do Brasil. Depois de 48 dias, o reencontro com o Gigante da Pampulha foi com goleada por 5 a 0 sobre o Atlético-GO. Diego Souza, Vinícius Araújo, Dedé, Everton Ribeiro e Egídio marcaram os gols celestes.

Para impedir o avanço do Cruzeiro às oitavas de final, o Atlético-GO terá de devolver o placar de 5 a 0 e levar a decisão aos pênaltis. Para se classificar no tempo normal, o Dragão precisa vencer o time celeste por seis gols de diferença. A partida de volta está agendada para a próxima quarta-feira, dia 17, no Serra Dourada.

O possível adversário cruzeirense nas oitavas de final ainda não está definido, já que os cruzamentos sairão após sorteio. Na próxima fase da Copa do Brasil, as equipes que participaram da Libertadores (Atlético, Grêmio, Fluminense, Corinthians e Palmeiras) entrarão na disputa. A exceção é o São Paulo, que defenderá o título da Copa Sul-Americana, cedendo vaga nas oitavas da Copa do Brasil ao Vasco.

Goleada já no primeiro tempo

O primeiro gol cruzeirense na noite desta terça-feira saiu em lance inusitado aos 9 minutos. Mayke cruzou da ponta direita, o goleiro Márcio se chocou com Artur e ficou caído no gramado. O árbitro, entretanto, não paralisou a partida. Na sequência da jogada, o Cruzeiro levantou a bola na área, Vinícius Araújo desviou de peito e Diego Souza completou finalizou. O arqueiro do Atlético-GO ainda tentou se levantar, mas não conseguiu a defesa: 1 a 0.

Curiosamente, o massagista da equipe goiana estava dentro de campo quando Diego Souza chutou para as redes. Com o gol marcado, Márcio recebeu atendimento médico por três minutos. O choque com o zagueiro Artur deixou o goleiro do Atlético-GO com um inchaço abaixo do olho direito.

Mesmo com a vantagem no placar, o Cruzeiro seguiu mais presente no campo de ataque. Diego Souza esteve perto de marcar seu segundo gol no jogo com um chute de longe, mas Márcio se esticou para evitar que a bola entrasse em seu canto esquerdo.

Foi com bolas paradas que o Cruzeiro conseguiu ampliar. Aos 31 minutos, Souza cobrou falta da intermediária e Vinícius Araújo cabeceou forte para o gol: 2 a 0. Doze minutos depois, em nova cobrança de falta, desta vez pela direita, Everton Ribeiro cruzou na cabeça de Dedé. O camisa 26 desviou e transformou a vitória cruzeirense em goleada ainda no primeiro tempo: 3 a 0.

Cruzeiro amplia e fica com um a menos

No início do segundo tempo, o Atlético-GO chegou a ameaçar o goleiro Fábio, com chute forte de Robston. Na resposta cruzeirense, Diego Souza passou perto de balançar as redes num toque de letra, mas foi em nova bola cruzada para a área que saiu o quarto gol. Egídio cruzou, Vinícius Araújo tentou o desvio e a bola sobrou para Everton Ribeiro. Sem goleiro, o camisa 17 ampliou para 4 a 0.

O Cruzeiro somente diminuiu o ritmo quando ficou com um jogador a menos. Aos 17 minutos, o zagueiro Bruno Rodrigo deu um carrinho em João Paulo e foi expulso pelo árbitro Rodrigo Nunes de Sá.

Com a expulsão de um zagueiro, Marcelo Oliveira sacou os meias Everton Ribeiro e Diego Souza, para as entradas do zagueiro Leo e do volante Tinga. Diante da desvantagem numérica, o Cruzeiro aproveitou um chute de longe para chegar ao quinto gol. Egídio arriscou da intermediária e acertou o ângulo esquerdo do goleiro Márcio: 5 a 0.

Cruzeiro 5 x 0 Atlético-GO

Cruzeiro

Fábio; Mayke, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton e Souza; Everton Ribeiro (Tinga), Diego Souza (Leo) e Luan; Vinícius Araújo (Ricardo Goulart)
Técnico: Marcelo Oliveira

Atlético-GO
Márcio; Diogo Campos, Artur, Diego Giaretta e Ernandes; Marino, Dodó, Jorginho (Robston) e João Paulo (Caio); Pipico (Juninho) e Ricardo Jesus
Técnico: René Simões

Motivo: jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil
Estádio: Mineirão
Data: 9 de julho (terça-feira)
Gols: Diego Souza, aos 9', Vinícius Araújo, aos 31', e Dedé, aos 43' do 1º tempo; Everton Ribeiro, aos 12', e Egídio, aos 30' do 2º tempo

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (Rio de Janeiro)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Jackson Massarra dos Santos (Rio de Janeiro)
Cartões amarelos: Dedé (Cruzeiro) e João Paulo (Atlético-GO)
Cartão vermelho: Bruno Rodrigo, aos 17 minutos do 2º tempo

Pagantes: 11.317 pagantes
Renda: R$ 411.540,00