Você está em MG

JUSTIÇA

Cruzeiro é absolvido em julgamento e não perderá pontos por escalação irregular

Clube provou que documentação do goleiro Elisson estava em dia no duelo com Vasco

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 06/12/2013 14:22 / atualizado em 25/12/2013 18:23

Redação /Superesportes

Maria Tereza Correia/EM/D.A Press
O Cruzeiro foi absolvido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, nesta sexta-feira, e manteve os 75 pontos na tabela do Campeonato Brasileiro. O clube celeste foi julgado pela possível escalação irregular do goleiro Elisson no jogo contra o Vasco, no Maracanã.

Na ocasião, o arqueiro ficou no banco de reservas, mas, estaria sem contrato com o clube na data do jogo. Segundo a defesa cruzeirense, a documentação de Elisson foi enviada à FMF no dia 3 de julho. A Federação Mineira encaminhou os papéis à CBF, porém, na documentação não consta a data de término do vínculo inicial do atleta. Ainda de acordo com o clube celeste, teria ocorrido uma falha no sistema de registros da Federação.

O Cruzeiro foi julgado com base no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) que fala em “incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente”. A pena para esses casos é de perda de três pontos, mesmo que o clube tenha sido derrotado na partida, além de multa entre R$ 100 a R$ 100 mil. Ainda cabe recurso da decisão.

Tags: goleiro irregular escalação absolvição pontos perda justiça julgamento stjd cruzeiro