Cruzeiro

CRUZEIRO

Mano dá preferência ao Cruzeiro e relaciona renovação de contrato a ambições do clube

Atual vínculo do treinador com a Raposa vence em 31 de dezembro

postado em 12/10/2017 00:55 / atualizado em 12/10/2017 10:30

Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press
De camarote, Mano Menezes acompanhou a vitória do Cruzeiro por 1 a 0 sobre o Grêmio, na noite desta quarta-feira, na Arena. O treinador ficou afastado das atividades em função de um tratamento dermatológico por cerca de dez dias e retornará aos trabalhos em Belo Horizonte nesta quinta-feira. Além de pensar dentro de campo e planejar a estratégia para a reta final do Brasileirão, Mano terá que tomar a importante decisão sobre renovação, ou não, de seu contrato com o Cruzeiro. Ele indicou que a ampliação do vínculo depende da ambição de Wagner Pires de Sá, presidente eleito para o próximo triênio no clube.
“Eu não sei (o que depende minha permanência). Tenho escutado bastante coisa. Tenho contrato com o Cruzeiro até 31 de dezembro. Está tudo bem. Depois disso, a gente senta e renova o contrato ou não renova. Depende das partes interessadas. Já pensei (em dar continuidade ao trabalho), já disse isso no final da Copa do Brasil, quando me perguntaram. O mais importante de tudo é as coisas estarem claras para todos os lados, porque será um ano importante para o clube ano que vem. Sabemos como são as expectativas. A gente viu muita gente criar expectativa esse ano e aí não conseguia atender e aí vem a cobrança. O futebol é assim. Quando se cria expectativa, precisamos criar maneiras de atender essa expectativa do torcedor para que esse momento bom que se tem hoje não virar frustração ano que vem. Isso é o mais importante de tudo”, disse o treinador.

Perguntado se sua permanência no Cruzeiro dependia do volume de investimentos que a nova gestão está disposta a fazer, Mano indicou que sim. “Vamos discutir internamente. O Cruzeiro sabe a grandeza do que se coloca para ser disputado no ano que vem. O clube tem experiência nisso. É bicampeão de Libertadores, sabe o nível da disputa. Acho que temos um elenco de qualidade muito boa, o elenco vem mostrando isso na temporada. Acho que o mais importante é que todos estejam preparados para ambicionar coisas grandes no ano que vem”, complementou.

Preferência ao Cruzeiro

Como se afastou das atividades no Cruzeiro em 3 de outubro, Mano Menezes ainda não conheceu o presidente eleito e a equipe de transição que irá liderar os trabalhos na Sede Administrativa. Homem forte do futebol celeste a partir de 2018, Itair Machado só teve contato com o auxiliar Sidnei Lobo. O comandante cruzeirense prometeu ouvir os dirigentes antes de qualquer outro clube interessado em tê-lo a partir da próxima temporada.

“Não tem data de reunião. Não tem nem essa urgência. Estou absolutamente tranquilo. Retorno ao trabalho para conduzir o Cruzeiro até o fim do Brasileiro. Estamos fazendo um ótimo Brasileiro neste momento. Queremos continuar dessa forma. Não queremos perder isso. Tudo ao seu tempo, não precisa ter pressa, está tudo tranquilo”, afirmou.

“Óbvio que a diretoria futura do Cruzeiro não me conhece ainda. Para quem me conhece, sabe como conduzo esses momentos. Não existe nada antes de um encontro com a nova direção do Cruzeiro. Pelo respeito, porque é o clube onde estou, que tenho contrato até 31 de dezembro. É aí que vamos decidir o futuro. Antes disso, não tem nada. Absolutamente nada. O momento é propício para a especulação, tivemos poucos jogos nesse período (risos). Faz parte do futebol, mas nada passa além disso”, complementou.

 

Tags: Mano Menezes seriea interiormg cruzeiro