Minha Conta:

Esqueceu a senha?
  • (0) Comentários
  • Votação:

LIGA MUNDIAL DE VÔLEI

Brasil receberá França, EUA e Bulgária na primeira fase da Liga Mundial de Vôlei

Seleção Brasileira visitará Polônia e Argentina na competição, que terá 18 seleções

Agência Estado

Publicação:

05/02/2013 18:23

 

Atualização:

05/02/2013 18:40

REUTERS/Ivan Alvarado
Seleção Brasileira terá adversários complicados na primeira fase da Liga Mundial de Vôlei

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou nesta terça-feira a tabela da Liga Mundial 2013. E o Brasil, que está no Grupo A, vai receber no País as seleções da França, Bulgária e Estados Unidos e visitar a Polônia e a Argentina. O curioso é que os primeiros jogos em território brasileiro são entre 28 e 30 de junho, coincidindo com a final da Copa das Confederações, marcada para o dia 30.

A Liga Mundial, neste ano, sofreu inchaço, aumentando de 16 para 18 participantes. Eles estão divididos em três grupos, sendo que dois deles reúnem equipes mais fortes, avançando as três primeiras, e um terceiro ficará com as mais fracas, do qual só a campeã avança à fase final. Para completar os oito participantes da fase final, o anfitrião ganha vaga automática - o país-sede ainda não foi definido pela FIVB.

Como serão cinco rodadas disputadas na primeira fase, as três equipes que ocupam melhor posição no ranking têm a vantagem de jogar três fins de semana em casa e dois fora. No Grupo A, além do Brasil, também Estados Unidos e Polônia ganharam este direito.

A FIVB, agora presidida pelo brasileiro Ary Graça, preparara uma grande abertura para a Liga Mundial, reunindo a Polônia, atual campeã, e o Brasil, time que tem mais títulos. O confronto entre os dois abre o Grupo A, entre 7 e 9 de junho.

Os poloneses querem transformar esse confronto no maior da história da competição. Para isso, estudam mandar a partida no Estádio Nacional de Varsóvia, com capacidade para quase 60 mil pessoas, construído especialmente para a Eurocopa 2012.

Em dezembro, o técnico da seleção polonesa, o italiano Andrea Anastasi, visitou o local junto com representantes da federação polonesa e do diretor técnico da Liga Mundial, Waldemar Kobienia. De acordo com a FIVB, o próximo passo é fazer um jogo teste no estádio, que tem capacidade para 58,5 mil torcedores em partidas de futebol. A arena, inaugurada em novembro de 2011, tem teto retrátil e é não é utilizada por nenhum clube, apenas pela seleção.

Comentar notícia

Verificando informações

Esta matéria tem:

(0) comentário(s)

Não existem comentários ainda


Blogs e Colunas