Cruzeiro

CRUZEIRO

Rival do Cruzeiro, Inter estuda substituto de D'Alessandro e prega coragem para jogo no Mineirão

Clubes se enfrentam nesta quarta-feira, no Mineirão

postado em 05/08/2019 14:35 / atualizado em 05/08/2019 15:22

<i>(Foto: Ricardo Duarte/Internacional)</i>

O Internacional descansou os titulares do jogo contra o Fluminense, no sábado, no Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro, e virá descansado para o duelo contra o Cruzeiro, pela semifinal da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão.

O técnico Odair Hellmann faz mistério em relação ao substituto do meia D'Alessandro, expulso contra o Palmeiras, no jogo de volta das quartas de final. A tendência é que Nonato assuma a vaga, com Patrick sendo posicionado mais adiantado. Wellington Silva e Sarrafiore correm por fora.

Outra dúvida é em relação ao volante Rodrigo Lindoso. Ele não viajou com a delegação para o Rio de Janeiro, onde está concentrado o clube, porque se recupera de uma entorse no tornozelo esquerdo sofrida no jogo contra o Nacional, do Uruguai, na quarta-feira passada, pela Copa Libertadores. Rithely deve ser o titular contra o Cruzeiro.

O Inter deve ser escalado com Marcelo Lomba; Zeca (Bruno), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rithely (Lindoso), Edenilson, Nonato (Sarrafiore), Patrick e Nico López; Paolo Guerrero.

O volante Edenilson disse que é preciso encarar o Cruzeiro com coragem no Mineirão.

"O Cruzeiro é um time experiente, que sabe jogar esse tipo de competição. Foi campeão da Copa do Brasil duas vezes seguidas (2017 e 2018). Temos que ter bastante atenção. Eles usaram o fator casa muito bem contra o Atlético (nas quartas de final, vitória por 3 a 0). Temos de ter a coragem de enfrentá-los de igual para igual para sair com um bom resultado", disse o volante Edenilson, em entrevista ao portal GaúchaZH.

A delegação do Internacional deve chegar a Belo Horizonte na noite desta segunda-feira.

"O Inter chega ao confronto com o Cruzeiro no seu melhor momento, porque classificou contra o Nacional de forma tranquila e avançou na Copa do Brasil no confronto contra o Palmeiras. Então, o Inter está bem focado nas Copas. O Odair montou um esquema do Inter para jogar as copas. E o Inter está dando sorte também, porque tem decidido em Porto Alegre, com a força do Beira-Rio", analisou o repórter Rafael Pfeiffer, da Rádio Guaíba. "Se o Lindoso não jogar, a tendência é de o Rithely começar. E o Inter muda. Vira uma espécie de 4-1-4-1 e não o 4-2-3-1 que vinha jogando", acrescentou.

Tags: coragem copadobrasil cruzeiroec interrs