Cruzeiro

CRUZEIRO

Rogério Ceni fecha com Cruzeiro menos de quatro meses depois de recusar oferta do Atlético

Treinador deixou o Fortaleza e fechou com o clube celeste até o fim de 2020

postado em 11/08/2019 16:11 / atualizado em 11/08/2019 16:32

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)</i>

Cruzeiro fechou a contratação de Rogério Ceni menos de quatro meses depois de o técnico de 47 anos recusar uma oferta do rival Atlético para suceder Levir Culpi. Os contatos do Galo com o treinador foram mediados pelo diretor de futebol Rui Costa no fim de abril. À época, ele tinha sido campeão cearense e estava em vias de faturar o título da Copa do Nordeste, confirmado em maio.

Quando foi procurado pelo Atlético, Ceni entendeu que o melhor caminho era seguir no Fortaleza. Semanas depois, ele ganhou a Copa do Nordeste e ampliou seu prestígio com o terceiro título à frente do Leão do Pici: havia sido campeão da Série B em 2018 e do Campeonato Cearense de 2019.

O acordo com o Cruzeiro, fechado até dezembro de 2020, gerou memes na internet justamente pela recusa ao Atlético menos de quatro meses atrás. 

<i>(Foto: Reprodução/Internet)</i>

Ao todo, Ceni comandou o Fortaleza em 94 jogos, com 51 vitórias, 18 empates e 25 derrotas. O aproveitamento é de 60,63%. Ele é o quinto treinador que mais dirigiu o clube cearense.

Este ano, Ceni esteve à frente do Fortaleza em 38 jogos, com 18 vitórias, nove empates e 11 derrotas. O rendimento na temporada é de 55,25%. No Campeonato Brasileiro, ele deixa o clube em 14º lugar, com 14 pontos.

São Paulo

O Cruzeiro será o terceiro clube de Ceni como treinador. Antes de dirigir o Fortaleza, ele esteve à frente do São Paulo por seis meses em 2017. Em 37 jogos, teve 14 vitórias, 14 empates e dez derrotas. O aproveitamento foi de 49,5%.

No comando do Tricolor, Ceni foi eliminado pelo Corinthians nas semifinais. Na Copa do Brasil, caiu para o Cruzeiro na quarta fase. Na Copa Sul-Americana, foi eliminado para o modesto Defensa y Justicia da Argentina na primeira fase.

No Cruzeiro, Rogério Ceni terá a missão de evitar o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro e de classificar o time à final da Copa do Brasil. No jogo de ida da semifinal, contra o Internacional, no Mineirão, a Raposa perdeu por 1 a 0. O duelo de volta será em 4 de setembro, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Para ir à decisão, os mineiros precisam de uma vitória por dois gols de diferença no tempo normal. Triunfo por um gol de vantagem leva a decisão para os pênaltis.

Tags: rogério ceni cruzeiro interiormg mercadobola atlético seriea fortaleza