UAI

2

Irã condena boxeador à morte por participação em protestos

Vafaei-Sani, de 26 anos, havia sido preso em fevereiro de 2020

17/01/2022 12:45
compartilhe
Atleta foi condenado à morte por incêndio criminoso e destruição de prédios do governo
foto: Freepik

Atleta foi condenado à morte por incêndio criminoso e destruição de prédios do governo


Diversos ativistas denunciaram um campeão de boxe iraniano por seu papel nos protestos de 2019. A ONG Iran Human Rights (IHR), com sede na Noruega, informou que Vafaei-Sani, de 26 anos, foi condenado à morte por incêndio criminoso e destruição de prédios do governo.

O atleta havia sido preso em fevereiro de 2020 por sua participação nos protestos de 2019.

A sentença contra Mohamad Javad Vafaei-Sani ocorre depois que o Irã executou o jovem campeão de luta livre Navid Afkari em setembro de 2020.

A situação provocou uma onda de indignação internacional e vários pedidos para que o Irã seja banido de grandes eventos esportivos.

Compartilhe