Copa América

COPA AMÉRICA

Técnico do Japão rebate críticas sobre participação na Copa América e explica ausência dos principais jogadores

Asiáticos enfrentam o Equador na noite desta segunda-feira, no Mineirão

postado em 23/06/2019 17:29 / atualizado em 23/06/2019 19:02

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)</i>
Em Belo Horizonte para o terceiro duelo pelo Grupo C da Copa América, o técnico do Japão, Hajime Moriyasu, concedeu entrevista coletiva na tarde deste domingo, no Mineirão. Na véspera da partida contra o Equador, marcada para as 20h desta segunda-feira, o treinador rebateu críticas dos comandantes do Paraguai e da Venezuela, que apontaram descontentamentos com participação dos asiáticos num torneio disputado por seleções sul-americanas.

“Inicialmente, no tocante aos comentários dos técnicos do Paraguai e dos outros países, realmente para mim é uma novidade. É a primeira vez que vejo isso. São comentários de natureza crítica, mas não nos dizem respeito. Nossa equipe, nossa comissão técnica e nossos jogadores montamos a estrutura sabendo da nossa participação confirmada na Copa e, como tal, viemos para os jogos, concentrados nas partidas”, analisou Moriyasu.

O treinador ainda foi questionado sobre qual seria sua reação caso uma seleção sul-americana, hipoteticamente, participasse da Copa da Ásia. “Primeiramente, se for algo que o comitê tiver definido, teremos que fazer. Se for algo natural, previamente definido, é algo que devemos seguir com naturalidade. A possibilidade de nós participarmos dessa Copa América é muito importante para nós, é uma competição respeitada, com longa história, e nós fomos convidados”, reforçou.

Nesse sábado, depois da vitória por 3 a 1 sobre a Bolívia, também em Belo Horizonte, o técnico da Seleção Venezuelana, Rafael Dudamel, fez duras críticas ao fato de o Japão ter sido convidado para disputar a Copa América. "A Copa América tem que ser com seleções sul-americanas. Não concordo com convidados como o Japão, que participou com um time sub-23. Eles faltaram com respeito com nossa competição. A gente não vê seleções sul-americanas na Copa Africana ou Europa", reclamou o venezuelano.

Time sub-23

Na entrevista deste domingo, Moriyasu também explicou os motivos pelos quais a Seleção Japonesa disputa a Copa América com seu time sub-23. O fato de termos jogadores mais jovens, foi um dos motivos dos comentários, o fato é que, no momento, realmente, comentamos durante a convocação. Não conseguimos a liberação de muitos jogadores importantes porque as equipes não tinham obrigatoriedade de liberação”, explicou.

Moriyasu disse que a direção da Seleção Japonesa ainda tentou a liberação de seus principais jogadores, mas sem sucesso. “Sentimos falta de nossos jogadores, mas eles realmente não puderam vir pela falta de obrigatoriedade da liberação. Chegamos a consultar os times sobre a liberação, mas não conseguimos”, complementou.

Tags: Hajime Moriyasu japao copaamerica futinternacional