América

SÉRIE B

América vence Juventude no Independência e recupera vice-liderança da Série B

Com derrota da Chapecoense, Coelho fica a quatro pontos de distância do topo

postado em 24/11/2020 23:23 / atualizado em 24/11/2020 23:44

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
O América está de volta à vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta terça-feira, o Coelho derrotou o Juventude, concorrente direto pelo acesso, por 2 a 1, no Independência, em Belo Horizonte, pela 23ª rodada. O capitão americano Juninho abriu o placar no Horto, aos sete minutos do primeiro tempo. Renato Cajá, em bela jogada, empatou para os gaúchos. Nos instantes finais da primeira etapa, o artilheiro Rodolfo aproveitou rebote e definiu o triunfo mineiro. 

Com o resultado, o América ultrapassa o Sampaio Corrêa e retoma a segunda posição da tabela da Série B, com 43 pontos. A equipe de Lisca abre três pontos de frente sobre os maranhenses e diminui a distância para a Chapecoensederrotada pelo Cruzeiro nesta terça, por 1 a 0, na Arena Condá, em Chapecó. Líder da competição, o time catarinense tem 47 pontos. O Juventude completa o G4, com 37 pontos. 

Na próxima rodada, o América enfrenta o Oeste, lanterna da Série B. A partida será nesta sexta-feira, às 19h15, na Arena Barueri, em São Paulo. No sábado, o Juventude encara o Náutico, às 21h, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. 


O jogo

O América mostrou ofensividade no início da partida e balançou a rede logo no primeiro minuto. Felipe Azevedo aproveitou lançamento longo de Messias e, na saída do goleiro Marcelo Carné da grande área, desviou de cabeça para o gol. No entanto, o árbitro assinalou impedimento no lance. Apenas seis minutos depois, o Coelho, de fato, abriu o placar no Independência. Felipe Azevedo cruzou da ponta esquerda para Juninho, que apareceu de surpresa na marca do pênalti. O volante dominou com classe e completou de canhota para o gol: 1 a 0

Aos 11 minutos, o Juventude assustou e teve boa chance com Capixaba. O ex-jogador do América recebeu passe entre a zaga e chutou forte, mas mandou sobre o travessão. O  Coelho diminuiu o ritmo no decorrer da etapa, manteve o controle da bola e não correu grandes riscos até Renato Cajá protagonizar bela jogada para o gol de empate dos gaúchos, aos 33 minutos.  O camisa 10 arrancou pela intermediária, deixou Messias no chão e bateu de esquerda, colocado, acertando o canto de Cavichioli: 1 a 1
 
O gol não abalou o América, que voltou a apostar na intensidade e levou a vantagem para o vestiário. Aos 43 minutos, Ademir arriscou o chute de fora da área. O arremate saiu fraco, rasteiro, mas Carné soltou a bola na tentativa de defesa. Na pequena área, o centroavante Rodolfo acreditou no rebote e completou para o gol: 2 a 1

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

A primeira oportunidade efetiva do América no segundo tempo ocorreu aos 13 minutos, em cobrança de falta de João Paulo. Marcelo Carné fez boa defesa e mandou a escanteio. O time de Lisca continuou com o domínio das ações, trocou passes com tranquilidade e apresentou postura mais consistente na marcação. Aos 29min, Felipe Azevedo teve mais um gol anulado por impedimento. 

Lisca deixou as substituições do América para os minutos finais do jogo. Entraram Marcelo Toscano, Calyson, Léo Passos, Felipe Augusto e Flávio nas vagas de Rodolfo, Alê, Ademir, Felipe Azevedo e Sabino. Foi só o tempo necessário para a equipe administrar o resultado e confirmar mais três pontos na luta pelo acesso à elite do futebol nacional. 


AMÉRICA 2 X 1 JUVENTUDE 

América: Matheus Cavichioli; Daniel Borges, Messias, Anderson e João Paulo; Sabino, Juninho e Alê (Calyson); Ademir (Léo Passos), Felipe Azevedo (Felipe Augusto) e Rodolfo (Marcelo Toscano). Técnico: Lisca. 
 
Juventude: Marcelo Carné; Igor, Genilson, Nery Bareiro e Hélder; João Paulo, Gustavo Bochecha (Carlos Eduardo) e Renato Cajá (Gabriel Terra); Capixaba (Rafael Grampola), Gabriel Bispo (Marciel) e Rafael Silva (Wallace Tarta). Técnico: Pintado. 

Gols: Juninho, aos 7min do 1ºT; Rodolfo, aos 43min do 1ºT (América); Renato Cajá (Juventude), aos 33min do 1ºT. 

Cartões amarelos: Helder, Nery Barreiro, Marciel (Juventude)

Motivo: 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: terça-feira, 24 de novembro de 2020, às 21h30
Local: Independência, em Belo Horizonte-MG
 
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Daniella Coutinho Pinta (BA)



Tags: américa serieb interiormg