Atlético

ATLÉTICO

Contra o Atlético, Wilson foi 'vítima' em jogo histórico de R10, pegou pênalti de Cazares e sofreu golaço de Otero

Goleiro de 35 anos acertou contrato com o clube alvinegro até o fim da temporada

postado em 04/09/2019 06:30

<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>
Contratado para defender o Atlético até o fim de 2019 por empréstimo, o goleiro Wilson tem histórico de partidas marcantes contra o novo clube. O jogador de 35 anos enfrentou o time alvinegro 16 vezes. Algumas delas ficaram na memória de quem assistiu.

Histórico


Wilson jogou contra o Atlético por três clubes diferentes: Figueirense, Vitória e Coritiba. No retrospecto geral, o goleiro acumula quatro vitórias, quatro empates e oito derrotas. As equipes que ele defendia fizeram 19 gols e sofreram 34, com saldo negativo de 15.

Reencontros


No Atlético, Wilson reverá alguns jogadores que comemoraram gols marcados nele. O meia Otero e os zagueiros Leonardo Silva e Réver marcaram, cada um, duas vezes. O lateral-esquerdo Fábio Santos, uma vez, também foi às redes ao superar o novo companheiro.

Golaço de Otero


Os dois gols de Otero em Wilson foram marcados no mesmo jogo: a vitória por 3 a 0 do Atlético sobre o Coritiba, em 19 de novembro de 2017, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Logo aos 4 minutos, o venezuelano arriscou de fora da área e abriu o placar. O terceiro gol também foi dele. E foi uma pintura. Do meio-campo, Otero arriscou e, com precisão, venceu Wilson. Veja os gols no vídeo abaixo:


“Estava olhando o goleiro, que joga adiantado. Eu chute no gol, e na hora que entrou foi uma felicidade muito grande. Nunca fiz um gol desse jeito. Nunca vi o Victor comemorar um gol no meio-campo. Estou muito feliz, muito contente e estou aproveitando as oportunidades que o professor está me dando”, festejou Otero naquele dia.

<i>(Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)</i>

Pênalti defendido


Wilson é conhecido por ser um goleiro-artilheiro. Segundo dados do OGol, são 12 gols na carreira - a maioria de pênalti.

Na hora de defender cobranças da marca da cal, Wilson também é reconhecidamente efetivo. Tanto que um dos motivos de ter se consagrado como ídolo do Coritiba foi justamente esse.

Contra o Atlético, Wilson já brilhou nesse sentido. O goleiro defendeu uma cobrança de Cazares em partida disputada em 30 de julho de 2017, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar disso, o time alvinegro bateu o Coritiba por 2 a 0, no Couto Pereira. Fábio Santos e Rafael Moura marcaram.

Magia do bruxo


<i>(Foto: Bruno Cantini/Atlético)</i>

Entre 2012 e 2014, jogos contra o Atlético eram, de certa forma, complicados para Wilson. Especialmente por conta de um jogador que está na história do clube alvinegro: Ronaldinho Gaúcho.

Com a camisa do Atlético, R10 marcou seis gols em Wilson. Foram algumas partidas com boas atuações do craque. A principal delas, porém, não sai da cabeça de quem foi ao Independência em 6 de outubro de 2012.

Naquele jogo, Ronaldinho fez três gols, deu duas assistências e comandou a goleada por 6 a 0 sobre o Figueirense, em jogo da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. E mais: chorou ao se lembrar da morte do padrasto Vanderlei.

"Muito triste com a perda de meu padrasto Vanderlei. Joguei ainda abalado. Não foi fácil, mas queria homenageá-lo com uma grande atuação. Dedico a ele e a minha família os gols de hoje e agradeço pelas mensagens de carinho que recebemos. A lacuna que ele deixa é irreparável", publicou Ronaldinho no Twitter, à época.

Tags: wilson galo seriea futnacional interiormg atleticomg