Atlético

ATLÉTICO

Parte do elenco do Atlético mostra descontentamento com demissão de Dudamel; presidente terá reunião com atletas

Alguns jogadores não aceitaram a justificativa de Sette Câmara para a queda do treinador

postado em 28/02/2020 12:50 / atualizado em 28/02/2020 14:06

(Foto: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético)

 

Após as demissões do técnico Rafael Dudamel, do diretor Rui Costa e do gerente Marques, o presidente Sérgio Sette Câmara tem uma reunião marcada com os jogadores do Atlético nesta sexta-feira, na Cidade do Galo.

Nesse encontro, o mandatário do Galo deve explicar quais os planos para a sequência da temporada. Alguns jogadores estão descontentes com a decisão de Sette Câmara de dispensar o venezuelano Dudamel.

Em entrevista ao blog do PVC, Sette Câmara disse que o treinador “não soube mexer o doce”. Saber “mexer o doce” é uma metáfora que significa saber lidar bem em situações especificas, saber solucionar os problemas, ter facilidade e vivência em determinadas situações. Essa foi a primeira experiência de Dudamel à frente de um grande clube.

Sette Câmara ainda disse, em conversa com o apresentador Emanuel Carneiro, da rádio Itatiaia, que não havia bom relacionamento entre os atletas e o treinador. Contudo, alguns jogadores descartam essa versão e dizem que não queriam a saída de Dudamel. O Superesportes apurou a informação, também noticiada pela Itatiaia.

A possibilidade de Sette Câmara voltar atrás na decisão e permanecer com o treinador é mínima.
 
O presidente não estava com a delegação alvinegra em Afogados da Ingazera, em Pernambuco, onde o Atlético empatou com o clube da cidade por 2 a 2 no tempo normal e foi derrotado nos pênaltis por 7 a 6. O resultado eliminou o Galo da Copa do Brasil. Foi o segundo vexame do clube em menos de uma semana, já que o Unión tirou o time alvinegro da Copa Sul-Americana.

Havia certo descontentamento de alguns atletas do Atlético com os métodos de trabalho de Dudamel, como normas de comportamento e horários de treinamentos. Outros, contudo, avaliavam como positivas as exigências do treinador. 

 

Dudamel no Atlético


Rafael Dudamel iniciou oficialmente a curta passagem pelo Atlético em 6 de janeiro, quando desembarcou com festa da torcida no Aeroporto Internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Portanto, foram apenas 52 dias de trabalho do treinador, que abandonou o sonho de levar a Seleção Venezuelana a uma Copa do Mundo para dirigir o clube alvinegro.

Na Cidade do Galo, acumulou duas eliminações vexatórias. Na última quinta-feira, caiu na primeira fase da Copa Sul-Americana para o Unión-ARG. Nessa quarta, perdeu nos pênaltis para o modesto Afogados na segunda fase da Copa do Brasil após empate por 2 a 2 no tempo regulamentar, em jogo disputado no Estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, interior de Pernambuco.

Em apenas dez partidas sob o comando do venezuelano, o Atlético venceu quatro jogos, empatou outros quatro e perdeu dois, um aproveitamento de 53,33% dos pontos disputados. A equipe marcou 13 gols e sofreu oito.

Tags: jogadores demissão descontentamento atleticomg dudamel