Basquete

NBA

No reencontro de finalistas da NBA, Butler brilha e Miami Heat vence Lakers

Time da Flórida ganhou por 96 a 94; Butler fez 24 pontos e pegou oito rebotes

postado em 21/02/2021 11:23

(Foto: Carmen Mandato/Getty Images/AFP)
Na reedição da final da temporada 2019/20 da NBA, quem levou a melhor, desta vez, foi o Miami Heat, atual vice-campeão. Jogando na casa do rival, o time da Flórida derrotou o atual campeão Los Angeles Lakers por 96 a 94 contando com a atuação avassaladora de Jimmy Butler no último quarto, no qual ele fez 24 pontos e apanhou oito rebotes.

O cestinha do jogo, no entanto, foi Kendrick Nunn, com 27 pontos Pelo lado dos Lakers, Kyle Kuzma registrou 23 pontos, quatro a mais que o astro LeBron James, que não foi tão decisivo como nas últimas partidas. O veterano sentiu falta, mais uma vez, de Anthony Davis, que lesionou a panturrilha na semana passada e deve ficar afastado das quadras por mais três semanas.

O jogo foi equilibrado, emocionante no final e decidido por detalhes. Com o resultado em aberto no último quarto, os dois times buscaram o ataque e o Heat foi mais eficiente, conseguindo abrir 10 pontos de frente em pouco mais de três minutos - 89 a 79. A diferença chegou a cair para quatro, mas o time da Flórida contou com o poder de decisão de Jimmy Butler, se impôs nos minutos finais e triunfou por 96 a 94.

Em outro duelo equilibrado e definido nos segundos finais, o Charlotte Hornets venceu o Golden State Warriors por 102 a 100 com um arremesso preciso de Terry Rozier no estouro do cronômetro. Desfalcado do astro Stephen Curry, que passou mal antes da partida, a franquia de San Francisco vencia por cinco pontos - 100 a 95 - até 53 segundos para o fim do jogo, quando levou a virada. Decisivo, Terry Rozier foi o cestinha do confronto com 36 pontos. O maior pontuador dos Warriors foi Kelly Oubre Jr, com 25.

O Phoenix Suns teve uma pontaria certeira nos arremessos de três pontos para desbancar o Memphis Grizzlies na noite deste sábado e vencer por 128 a 97. Com o novo recorde da franquia de 24 cestas de três, o ataque da equipe do Arizona se sobressaiu sobre a defesa de um adversário muito desfalcado por lesões para chegar à 11ª vitória nos últimos 13 jogos na temporada regular da NBA.

Em casa, o Chicago Bulls recorreu a mais uma exibição inspirada de Zach LaVine para triunfar pela 13ª vez na temporada. O ala-armador anotou 38 pontos, 11 deles no último quarto, e foi o grande nome da vitória por 122 a 114 sobre o Sacramento Kings. Thaddeus Young, que saiu do banco para anotar 18 pontos, e o calouro Patrick Williams, que fez 11 pontos e pegou 11 rebotes, também tiveram participante importante. Os Kings sofreram o sexto revés seguido. Em quadra, um dos que salvou foi Marvin Bagley III, com 26 pontos e 11 rebotes.

Num jogo repleto de alternâncias de placar e dois quartos vencidos por cada equipe, o Washington Wizards superou o Portland Trail Blazers pelo placar de 118 a 111. Os protagonistas foram Bradley Beal, que anotou 37 pontos, e Russell Westbrook, dono de um "triple-double" de 27 pontos, 11 rebotes e 13 assistências. Do lado dos Blazers, Damian Lillard foi a grande arma ofensiva, com 35 pontos.

Confira a rodada de sábado da NBA:

Charlotte Hornets 102 x 100 Golden State Warriors

Los Angeles Lakers 94 x 96 Miami Heat

Chicago Bulls 122 x 114 Sacramento Kings

Memphis Grizzlies 97 x 128 Phoenix Suns

Portland Trail Blazers 111 x 118 Washington Wizards

Confira a rodada de domingo da NBA:

New Orleans Pelicans x Boston Celtics

Cleveland Cavaliers x Oklahoma City Thunder

Orlando Magic x Detroit Pistons

Toronto Raptors x Philadelphia 76ers

New York Knicks x Minnesota Timberwolves

Atlanta Hawks x Denver Nuggets

Los Angeles Clippers x Brooklyn Nets

Milwaukee Bucks x Sacramento Kings