Basquete

COPA AMÉRICA DE BASQUETE FEMININO

Brasil vence na Copa América de Basquete Feminino com vantagem de 75 pontos

Brasil fez um ótimo jogo defensivo e foi eficiente no ataque para vencer por 118 a 43, uma vantagem de 75 pontos sobre El Salvador

postado em 11/06/2021 22:00

(Foto: Assessoria CBB)
A Seleção Brasileira Feminina de Basquete estreou na Copa América com uma vitória incontestável sobre El Salvador. No Coliseo Roberto Clemente, em Porto Rico, o Brasil fez um ótimo jogo defensivo e foi eficiente no ataque para vencer por 118 a 43, uma vantagem de 75 pontos, nesta sexta-feira.

O segundo jogo da equipe comandada pelo técnico José Neto será neste sábado, diante da Colômbia, às 16h, com transmissão do SporTV. A seleção ainda enfrenta Canadá (domingo) e Ilhas Virgens (segunda-feira), pelo Grupo A da primeira fase da competição que dá quatro vagas para o Pré-Mundial de 2022.

A cestinha do Brasil foi Thayná Silva, que anotou 22 pontos (pegou ainda 13 rebotes). Destaque também para Kamilla Cardoso, que registrou um "double-double", com 16 pontos e 12 rebotes, e ainda conseguiu três tocos. Débora Costa foi eficiente na marcação, com seis roubos de bola.

O Brasil demorou um pouco para entrar no clima do jogo, mas, quando o fez, rapidamente impôs sua superioridade. A seleção aproveitou sua vantagem na estatura para forçar o jogo interior. A pivô Kamilla Cardoso, de 2,01m, se destacou. A jogadora de 19 anos, que atua no basquete universitário dos Estados Unidos, anotou cinco pontos e pegou cinco rebotes na vitória por 28 a 11 na primeira parcial.

A Seleção Brasileira manteve o ritmo no segundo período. Com uma marcação forte, o time de José Neto forçava os erros da equipe de El Salvador, que viu o cronômetro de posse de bola zerar algumas vezes. No ataque, o Brasil era solidário e eficiente. Com 27 a 7 na parcial, as brasileiras foram para o intervalo com uma confortável vantagem de 37 pontos (55 a 18).

José Neto voltou para o terceiro período com Érika de Souza e Clarissa para forçar ainda mais o jogo no garrafão. Além disso, Débora Costa era implacável na marcação, roubando diversas bolas e convertendo cestas fáceis. O Brasil fez 33 a 11 na parcial e foi para o último período com 59 pontos de frente.

A vantagem no placar permitiu que José Neto rodar o elenco. O treinador deu tempo em quadra razoável para quase todas as atletas. Apesar das mudanças, o Brasil não diminuiu o ritmo. No último período, vitória por 30 a 14 para fechar o triunfo por 118 a 43. Uma bola de três de Tássia Carcavalli selou o elástico resultado.

Tags: basquete cbb maisesportes toquio2020