POLÊMICA DA COPA

Avó de Suárez culpa divórcio dos pais por mordidas

Lila René Piriz, que tem 22 netos, diz que Luisito nunca foi de briga e sugere que o jogador tem trauma de infância

postado em 01/07/2014 15:23 / atualizado em 01/07/2014 16:44

Redação /Superesportes

Depois da terceira mordida na carreira do jogador uruguaio Luis Suáres, surgiu a dúvida do quê motivaria tal ato transgressor. Em maio, o El Pais Uruguai entrevistou Lila René Piriz – la Chola– avó paterna do atacante Luis Suárez. Na ocasião ela afirmou não saber ao certo o porquê das explosões de seu neto quando ele teria tudo para ser feliz. Uma das hipótese levantadas por ela é um trauma pela separação do pais de Luisito. "Talvez as dificuldades com que aconteceu sejam a fonte das mordidas", disse.

Lila, avó de 22 netos e fã do Nacional, parecia prever a cena. Segundo ela, Luisito é o quarto de sete filhos e não era de briga, mas um bom companheiro. "Ele é acolhedor desde pequeno, como seu pai, militar e jogador de futebol", disse.

O atacante Luis Suárez mordeu o zagueiro italiano Chiellini, durante a partida entre Uruguai e Itália. Ele deixou o mundial, foi suspenso de nove partidas pela Seleção Uruguaia, foi banido por quatro meses de qualquer atividade ligada ao futebol e ainda terá que pagar uma multa de 100 mil francos suíços.

Tags: suarez uruguai copa2014 World Cup