SELEÇÃO BRASILEIRA

Marin promete anunciar novo treinador do Brasil até terça e rechaça estrangeiro: 'Não é momento'

Presidente da CBF diz que técnico deve ser estudioso e antenado ao futebol moderno

postado em 17/07/2014 12:11 / atualizado em 17/07/2014 12:40

Maurício Val/VIPCOMM

A CBF deve anunciar até a próxima terça-feira o nome do novo técnico da seleção brasileira. A informação foi dada nesta quinta pelo presidente da entidade, José Maria Marin, em entrevista coletiva no Rio. O dirigente garantiu que a decisão pelo nome será feita em conjunto.

Se o nome não foi revelado, há apenas uma certeza: o novo técnico será brasileiro. "Não é o momento", avaliou Gilmar Rinaldi, novo coordenador de futebol da seleção, ao ser questionado sobre a possibilidade de se contratar um treinador estrangeiro.

"Depende de algumas conversas (a definição do novo técnico). Esperamos até terça-feira. Ainda estamos conversando, vendo as peculiaridades. É muito importante que o treinador, além da sua capacidade técnica, tenha pensamentos que venham de encontro ao que se foi dito aqui, pelo Gilmar e pelo Alexandre Gallo (coordenador das categorias de base)", defendeu Marin.

A definição sobre o novo técnico acontecerá no fim de semana, em reunião que contará também com a presença de Marco Polo del Nero já eleito futuro presidente da CBF.

O perfil do novo técnico já foi traçado. Será alguém estudioso do futebol e que se proponha a viajar pelo mundo acompanhando o trabalho de outras equipes e interagindo com outros técnicos. "É um momento especial, delicado. Temos que ter humildade de saber reconhecer isso", frisou Rinaldi.

O novo treinador também deverá acompanhar mais de perto os trabalhos das categorias menores da seleção. "A base nossa toda vai ser a base da seleção", assegurou o novo coordenador técnico.

LONGO PRAZO - Ao ser questionado sobre o substituto de Luiz Felipe Scolari, oficialmente demitido na última segunda-feira, Marin explicou que o novo comandante será chamado para realizar um trabalho que visará o ciclo cujo principal objetivo será a conquista da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Isso depois de Felipão ter sido contratado durante a gestão do atual presidente da CBF após a abrupta demissão de Mano Menezes, no fim de 2012.

"Não pode ser alho de afogadilho, é algo muito sério, um projeto de curto, médio e longo prazo. Não será só para amistosos e Copa América, mas também para a Copa do Mundo. Vamos fazer todo esforço. Se tudo ocorrer como esperamos, vamos anunciar e apresentar na terça-feira o novo treinador", avisou o dirigente.

Tags: marin cbf selefut selecao brasileira novo tecnico