SELEÇÃO BRASILEIRA

Neymar enche a rede do Japão para entrar em grupo seleto de goleadores da Seleção Brasileira

Camisa 10 balançou as redes em quatro oportunidades diante dos japoneses

postado em 14/10/2014 12:52 / atualizado em 14/10/2014 13:01

REUTERS/Edgar Su

Quando ele está inspirado, é difícil de segurar. Jogando mais perto do gol, Neymar marcou um monte de gols nesta terça-feira para ingressar em rol seleto de craques que vestiram a camisa da Seleção Brasileira. O camisa 10 igualou Ademir Menezes, Careca, Romário e Zico ao balançar as redes quatro vezes no mesmo jogo do time canarinho.

O feito do ex-santista só não se compara ao de Evaristo de Macedo, que anotou cinco sobre a Colômbia, em 1957. Entre os que marcaram “apenas” quatro, Ademir foi o único a escolher um jogo de Copa do Mundo para fazer história: foram quatro na Suécia na goleada por 7 a 1 em 1950. Mas dois anos depois o Maracanazzo infelizmente ofuscou o feito do “Queixada”.

Os Anos 80 reservaram dois representantes exagerados em gols. Zico não perdoou um combinado irlandês em 1981 e fez quatro dos 6 a 0 impostos pelo time canarinho. Sete anos depois foi a vez do artilheiro Careca virar carrasco da Venezuela em novo 6 a 0.

Aliás, a seleção Vinotinto ainda tinha pesadelos com Careca quando Romário repetiu o feito em 2000. O Baixinho fez o operador do placar trabalhar quatro vezes em mais um 6 a 0 da Seleção Brasileira sobre os venezuelanos.

Neymar alcança o feito em momento importante na reconstrução do time nacional. A Copa do Mundo perdida em casa foi um baque e tanto, mas sob comando de Dunga a Seleção parece voltar a se entender. O camisa 10 marcou todos os gols dos 4 a 0 sobre o Japão e garantiu a quarta vitória seguida após o vexatório Mundial. Ele agora tem 40 gols com o manto canarinho, empatado com Rivellino no sétimo posto entre os maiores artilheiros.


Tags: goleador japão seleção futnacional brasil neymar