100 ANOS DE SELEÇÃO

Relembre todas as goleadas por 7 gols que a Seleção aplicou em 100 anos de história

Devastado pela pior derrota da história - os 7 x 1 para a Alemanha - time canarinho celebra, nesta segunda, o centenário do primeiro jogo. O Correio apresenta as goleadas que podem inspirar a retomada do império

postado em 21/07/2014 10:57 / atualizado em 21/07/2014 11:41

Marcos Paulo Lima /Correio Braziliense

Em 21 de julho de 1914, no Estádio das Laranjeiras, no Rio de Janeiro, nascia uma paixão chamada Seleção Brasileira. Quando Marcos de Mendonça; Píndaro e Nery; Sylvio Lagreca, Rubens Salles e Rolando; Abelardo, Oswaldo Gomes, Friedenreich, Osman e Formiga entraram em campo para enfrentar o clube inglês Exeter City — à época da terceira divisão —, começava, por acaso, uma história que completa, hoje, 100 anos. O Exeter City veio de navio à América do Sul, na verdade, como convidado da Argentina para uma série de três amistosos. Oportunista, a Federação Brasileira de Sports aproveitou a turnê e convidou os britânicos para dar uma chegadinha à Cidade Maravilhosa, onde fariam um duelo contra um combinado formado por jogadores de times

CBF/Divulgação


paulistas e cariocas. Entre eles, estava Friedenreich, considerado o primeiro fora de série da Seleção. Oswaldo Gomes e Osman fizeram os gols da vitória sobre o adversário que, atualmente, ocupa a quarta divisão na terra da rainha. O centenário da partida poderia ser celebrado hoje, com um reencontro entre Brasil e Exeter City para a entrega das faixas do hexa, mas não. O sonho da sexta estrela dentro de casa virou o pior pesadelo dos pentacampeões. Os terremotos causados pela Alemanha (7 x 1 nas semifinais) e pela Holanda

(3 x 0 na decisão do terceiro lugar) abalaram as estruturas, deixaram um clima de terra arrasada depois da Copa do Mundo. Em meio aos escombros da pior derrota da história, o Correio encontrou 11 vitórias por sete gols que podem servir, neste 21 de julho de 2014, de material para a reconstrução do respeito de um símbolo nacional.