SON SALVADOR

Boladas e Botinadas

Estamos assistindo à malhação do VAR

postado em 20/04/2019 08:00

<i>(Foto: Son Salvador)</i>


É ELE !!!

Bem, a Semana Santa terminava sempre com a malhação do Judas. Não só malhavam como queimavam. Então, quando o sábado de aleluia se aproximava, já começavam a dar um segundo nome ao boneco que seria alvo da ira de todos. Poderia ser o nome de um político, de um dirigente, de um ditador, mas vivemos um novo tempo, estamos assistindo à malhação do VAR. Isso mesmo, seja qual for o resultado do clássico, seguirão colocando em dúvida a realidade exposta pela imagem.

TEM COISA QUE...

É isso, em nome de um romantismo que sempre favoreceu a um pequeno número de clubes, querem até banir o VAR. Devem ter feito um balanço de títulos que mudariam de mãos se o árbitro de vídeo existisse a uns 40 anos. Aquela conversa de que o árbitro não viu, de que ele não teve tempo para ver o lance, isso acabou. Aquela conversa de que “tem coisa que a gente não vê”, não cola mais.

PAPO FURADO

Jogadores e técnicos usam o tempo a seu favor, fazem cera, substituições apenas para ganhar alguns minutos, gastam um tempão na cobrança de faltas, fingem contusões, inventam briguinhas, ou seja, querem sempre gastar o tempo. E agora dizem, na maior cara de pau, que o VAR atrasa o jogo. Só pode ser brincadeira.

AGRESSIVIDADE

Muito se tem falado sobre a postura de jogadores diante da arbitragem. Mas a coisa não começa dentro de campo. Se os apitadores não enquadrarem os técnicos, a coisa não mudará. Aquela postura de ficar do lado de fora fazendo gestos para o árbitro principal, gritando no ouvido do bandeirinha e do quarto árbitro funciona como uma senha que libera as reclamações de quem disputa a partida. Vejo muitos treinadores reclamando de árbitro, bandeirinhas e do VAR, mas, na verdade, eles querem levar vantagem

VALE OU NÃO?

Passam o ano inteiro dizendo que o Campeonato Estadual não vale nada, que ele só atrapalha o calendário. Mas, às vésperas de uma decisão, os clubes entram num vale tudo extracampo que não combina com o discurso. Na verdade, querem vencer de qualquer jeito. O título acaba valendo muito.

DÍVIDAS

Interessante, os clubes a cada ano reúnem seus conselheiros, discutem orçamento, gastos, vendas. E, de repente, percebe-se que estão cada vez mais endividados. Com a palavra quem aprovou as tais contas.

DRAMA

Um dos problemas do nosso futebol é bem evidente. Mesmo contando com excelente estruturas, Atlético e Cruzeiro não conseguem revelar bons jogadores para o mercado. Vejam o caso de Flamengo, Grêmio, Santos e de outros, que a cada ano revelam um jogador acima da média. Além do ganho técnico, ainda conseguem boas negociações. Sei que o Atlético tenta mudar o trabalho na base, mas os anos revelando jogadores limitados refletem na situação econômica. A exceção por aqui é o América, que nos últimos tempos revelou Danilo, Rodriguinho, Richarlison, Matheus, Messias...

Tags: son salvador interiormg raposa galo atlético atleticomh cruzeiro cruzeiroec