Cruzeiro pentacampeão

CRUZEIRO

Em fim de mandato, Gilvan quer seguir no Cruzeiro, cita títulos e 'dever cumprido'

Presidente deixará comando do clube após time vencer Copa do Brasil

postado em 28/09/2017 08:00 / atualizado em 28/09/2017 11:24

Beto Novaes/EM
Gilvan de Pinho Tavares assumiu a presidência do Cruzeiro no início de 2012 com o desafio de fazer o clube voltar a conquistar títulos nacionais. Quase seis anos depois, o dirigente se aproxima do final do mandato com duas taças do Campeonato Brasileiro e uma da Copa do Brasil. Os resultados o fazem falar em “dever cumprido”.

“Sentimento de dever cumprido. Falo de uma grande instituição como é o Cruzeiro Esporte Clube. Trabalhando para fazer a alegria dessa massa que é a torcida do Cruzeiro, que é a grande riqueza do Cruzeiro. O grande patrimônio do Cruzeiro é essa nossa torcida. E eu tenho certeza que, com dois Campeonatos Brasileiros, a Copa do Brasil, nós já fomos finalistas também de uma Copa do Brasil em 2014 e um Campeonato Mineiro, evidentemente nós cumprimos o nosso dever”, disse.

O mandato de Gilvan se encerrará no final desta temporada. Para a disputa da sucessão, dois conselheiros lançaram candidatura: o empresário Wagner Pires de Sá e o advogado Sérgio Santos Rodrigues.

Mesmo fora da diretoria, Gilvan de Pinho Tavares pretende acompanhar de perto as decisões do próximo presidente.

“Vamos deixar para o nosso sucessor um elenco, um time de futebol capaz de dar sequência à essa trajetória vitoriosa e, quem sabe, no ano que vem, a gente ganhar a Libertadores.Vou continuar lá, ajudando, trabalhando, porque o Cruzeiro faz parte da vida da gente”, completou.

O mandato de Gilvan de Pinho Tavares

2012

Campeonato Mineiro: Eliminado na semifinal pelo América
Campeonato Brasileiro: 9ª colocação
Copa do Brasil: Eliminado nas quartas de final pelo Atlético-PR

2013

Campeonato Mineiro: Vice-campeão (perdeu a final para o Atlético)
Campeonato Brasileiro: Campeão
Copa do Brasil: Eliminado nas oitavas de final pelo Flamengo

2014

Campeonato Mineiro: Campeão (título conquistado contra o Atlético)
Campeonato Brasileiro: Campeão
Copa do Brasil: Vice-campeão (perdeu a final para o Atlético)
Copa Libertadores: Eliminado nas quartas de final pelo San Lorenzo-ARG

2015

Campeonato Mineiro: Eliminado na semifinal pelo Atlético
Campeonato Brasileiro: 8ª colocação
Copa do Brasil: Eliminado nas oitavas de final pelo Palmeiras
Copa Libertadores: Eliminado nas quartas de final pelo River Plate-ARG

2016

Campeonato Mineiro: Eliminado na semifinal pelo América
Campeonato Brasileiro: 12ª colocação
Copa do Brasil: Eliminado nas semifinal pelo Grêmio
Primeira Liga: Eliminado na fase de grupos

2017

Campeonato Mineiro: Vice-campeão (perdeu a final para o Atlético)
Copa do Brasil: Campeão (título conquistado contra o Flamengo)
Copa Sul-Americana: Eliminado na Primeira Fase pelo Nacional-PAR
Primeira Liga: Eliminado na semifinal pelo Londrina




Tags: gilvan de pinho tavares futnacional cruzeiroec cruzeiro copadobrasil2017