Cruzeiro pentacampeão

CRUZEIRO

Notas para os jogadores de Cruzeiro e Flamengo na partida final da Copa do Brasil

Raposa venceu o clube rubro-negro nos pênaltis e ficou com a taça

postado em 28/09/2017 09:37 / atualizado em 28/09/2017 14:25



Cruzeiro

FÁBIO (Nota 10)
Mais uma vez, o herói do título, ao defender pênalti cobrado por Diego
EZEQUIEL (Nota 7)
Muito inseguro, cometendo erros de marcação em ataques do Flamengo. Foi mais conservador no segundo tempo
LEO (Nota 8)
Teve trabalho para marcar Guerrero, mas manteve o bom nível no jogo
MURILO (Nota 8)
Mesmo jovem, não sentiu a pressão e jogou com inteligência numa final difícil
DIOGO BARBOSA (Nota 8)
Soube defender e atacar na medida certa, sem prejudicar a equipe
HENRIQUE (Nota 8)
Fez partida tecnicamente impecável, sabendo preencher os espaços
HUDSON (Nota 8)
Destacou-se nos desarmes à frente da área
THIAGO NEVES (Nota 7)
Movimentou-se por todos os setores do ataque, mas foi muito bem marcado
ROBINHO (Nota 3)
Fez muito pouco num jogo tão importante. Machucado, foi substituído por RAFINHA (Nota 7), mais no setor ofensivo
RANIEL (Sem nota)
Teve o azar de sofrer lesão no início. DE ARRASCAETA (Nota 7) entrou e foi mais efetivo no primeiro tempo do que no segundo
ALISSON (Nota 7)
Mesmo sem estar 100% fisicamente, deu fluidez na esquerda do ataque celeste. ÉLBER (Nota 6) entrou e deu agilidade ao setor ofensivo

MANO MENEZES (Nota 10)
Teve o azar de perder três jogadores por lesão e o mérito de ajudar a controlar o emocional de seus atletas, além de manter o espírito ofensivo na segunda etapa

Flamengo

ALEX MURALHA (Nota 5)
Praticamente não foi testado nos 90 minutos. E não conseguiu fazer nenhuma defesa na decisão por pênaltis
PARÁ (Nota 5)
Cometeu alguns vacilos no primeiro tempo. No entanto, melhorou no segundo
RÉVER (Nota 7)
Jogou com tranquilidade, interceptando os lances de ataque
JUAN (Nota 6)
Mostrou-se lento em alguns lances, mas não chegou a comprometer
TRAUCO (Nota 5)
Jogou o feijão com arroz. Só ficou preso na defesa
WILLIAN ARÃO (Nota 5)
Até se arriscou em lances de ataque, como armador, mas sem sucesso
CUELLAR (Nota 5)
Ficou mais preso à marcação, protegendo os zagueiros
DIEGO (Nota 6)
Liderou o Flamengo nas principais subidas ao setor ofensivo
BERRÍO (Nota 6)
Com velocidade, deu muito trabalho a Diogo Barbosa pelas beiradas. RODNEI (sem nota) só entrou para fechar o sistema defensivo
GUERRERO (Nota 7)
Acertou a trave no começo. Teve como mérito prender os zagueiros adversários no campo de defesa
ÉVERTON (Nota 5)
Apesar de relativo espaço para atacar, cometeu muitos erros. LUCAS PAQUETÁ (Nota 4) entrou na etapa final e pouco fez

REINALDO RUEDA (Nota 6)
Teve méritos na montagem da equipe, anulando as peças de ataque do Cruzeiro. Mas poderia ter arriscado mais, já que tinha qualidade no banco

ARBITRAGEM

O paulista LUÍS FLÁVIO DE OLIVEIRA (Nota 8) comandou bem e foi disciplinador numa partida que teve excesso de faltas no início, mas se manteve tranquilo até o fim




Tags: copadobrasil2017 flamengorj copadobrasil cruzeiro notas