Diretor artístico da Olimpíada é demitido por piada sobre Holocausto

Kentaro Kobayashi fez o comentário durante um espetáculo em 1998 e a gravação ressurgiu na mídia japonesa

22/07/2021 11:59 / atualizado em 22/07/2021 12:16
compartilhe
Demissão do diretor ocorre a menos de 24 horas da abertura da Olimpíada
foto: AFP

Demissão do diretor ocorre a menos de 24 horas da abertura da Olimpíada

O diretor artístico da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Kentaro Kobayashi, foi demitido nesta quinta-feira (22) em função de uma piada sobre o Holocausto feita há mais 20 anos.

Segundo o comitê organizador do megaevento esportivo, Kobayashi fez a piada durante um espetáculo em 1998 e a gravação ressurgiu na mídia japonesa. A demissão do diretor ocorre a menos de 24 horas da abertura da Olimpíada.

"Vimos que em uma apresentação artística anterior, Kentaro Kobayashi usou uma linguagem desrespeitosa sobre um fato histórico trágico", declarou Seiko Hashimoto, chefe do comitê organizador local.

No vídeo, Kobayashi aparece se referindo a alguns bonecos de papel como "aqueles que você disse da última vez: 'Vamos brincar de Holocausto!'". Ele e outro ator estavam interpretando artistas infantis famosos do Japão.

Em nota, Kobayashi pediu desculpas pela piada e afirmou que suas palavras foram "extremamente inadequadas".

Compartilhe