Algoz de Silvana Lima, Moore fatura 1º ouro no surfe feminino em Olimpíadas

Brasileira caiu nas quartas de final, eliminada pela campeã

27/07/2021 06:28 / atualizado em 27/07/2021 06:38
compartilhe
Japonesa Amuro Tsuzuki, (bronze), Carissa Moore (ouro) e Bianca Buitendag (prata) foram pódio do surfe feminino
foto: Yuki IWAMURA / AFP

Japonesa Amuro Tsuzuki, (bronze), Carissa Moore (ouro) e Bianca Buitendag (prata) foram pódio do surfe feminino

Os Estados Unidos conquistaram a primeira medalha de ouro do surfe feminino em Jogos Olímpicos, nesta madrugada de terça-feira, pelo horário de Brasília (tarde de terça no Japão), com a surfista Carissa Moore. Na bateria decisiva, ela ganhou da sul-africana Bianca Buitendag. A primeira campeã da modalidade na história olímpica somou 14.93, após ter as notas 7.60 e 7.33. Já Buitendag recebeu 5.23 e 3.23, ficando com 8.46.

A japonesa Amuro Tsuzuki ficou com o bronze, ao vencer a também norte-americana Caroline Marks por 6.80 a 4.26, quando o mar não apresentou muitas opções de onda.

A brasileira mais bem colocada na competição foi Silvana Lima, que foi até as quartas de final, mas acabou eliminada pela campeã Moore. Tatiana Weston-Webb foi outra representante nacional, eliminada nas oitavas.

Vencedora do circuito mundial em 2011, 2013, 2015 e 2019, Carissa Moore, de 28 anos, havaiana, que representa os Estados Unidos, teve uma vitória fácil por causa de suas duas boas notas, além da dificuldade encontrada pela rival Buitendag.

Moore obteve na primeira onda 7.33 e na parte final da disputa somou mais 7.60, enquanto Buitendag não teve um bom desempenho e só acumulou duas notas muito baixas: 2.40 e 1.03. No fim, teve uma nota 3.23, mas muito pouco para conseguir reverter a vantagem.

Compartilhe