Pedro Barros conquista medalha de prata no skate park em Tóquio

Bateria decisiva do skate park masculino contou com três brasileiros; australiano Keegan Palmer venceu o ouro, e estadunidense Cory Juneau completou o pódio

05/08/2021 01:15 / atualizado em 05/08/2021 08:24
compartilhe
Pedro Barros foi agressivo e buscou o ouro, mas não conseguiu bater Keegan Palmer
foto: Gaspar Nóbrega/Comitê Olímpico Brasileiro - COB

Pedro Barros foi agressivo e buscou o ouro, mas não conseguiu bater Keegan Palmer

O skate deu, na madrugada desta quinta-feira (tarde no Japão), mais uma medalha para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Considerado uma das referências do park masculino, o catarinense Pedro Barros teve 86.14 como maior nota na bateria final e ficou com a medalha de prata.



Fotos da apresentação e do pódio de Pedro Barros no skate park



“A gente se esforça, a vida é assim, temos que nos dedicar se queremos alguma coisa, nada vem fácil. Eu tive vivências maravilhosas a minha vida inteira, viajei muito, ando de skate diariamente, me divirto, vivo essa essência. Estou aqui como atleta olímpico, mas também como skateboarder, vivendo como um ser humano e colecionando experiências maravilhosas para a minha vida”, afirmou Pedro Barros, vice-campeão olímpico.
 
O australiano Keegan Palmer, que teve 95.83 como maior nota, venceu a agressiva bateria final e levou a medalha de ouro para a casa. Cory Juneau, dos Estados Unidos, completou o pódio com 84.13 como melhor índice e ficou com o bronze.

Luiz Francisco Fernandes, o Luizinho, e Pedro Quintas foram os outros brasileiros que disputaram a final do park masculino. Eles ficaram, respectivamente, na quarta e oitava e última posição. Luizinho ficou próximo de Juneau, e sua nota foi mal vista pelo brasileiro.
 
O alto nível da final do skate park masculino animou bastante as vazias arquibancadas da Ariake Sports Park. Ao invés de torcedores convencionais, somente açguns integrantes das delegações olímpicas vibraram e sentiram a energia que o bowl passava por conta da performance dos skatistas.
 
Além dos já citados, o australiano Kieran Woolley (82.04), o porto-riquenho Steven Piniero (75.17) e o francês Vincent Matheron (42.33) passaram das eliminatórias e participaram da decisão do skate park em Tóquio.

Skate + Brasil = Medalha


Das 16 medalhas brasileiras até aqui na Olimpíada de Tóquio, três estão na conta do skate, esporte olímpico a partir destes Jogos. As outras medalhas vieram na categoria street, na última semana. Kelvin Hoefler, entre os homens, e Rayssa Leal, no feminino, foram vice-campeões no Japão e conquistaram a medalha de prata.
 

Fotos: todas as medalhas do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

 

Compartilhe