Carl Lewis critica equipe dos EUA no revezamento 4x100m: 'Vergonhoso'

A equipe norte-americana, formada Trayvon Bromell, Fred Kerley, Ronnie Baker e Cravon Gillespie, ficou apenas em sexto em sua eliminatória em Tóquio

05/08/2021 09:25 / atualizado em 05/08/2021 09:28
compartilhe
Norte-americano Carl Lewis é um dos maiores nomes do atletismo no mundo, em todos os tempos
foto: Luis ROBAYO/AFP

Norte-americano Carl Lewis é um dos maiores nomes do atletismo no mundo, em todos os tempos

A equipe masculina dos Estados Unidos foi eliminada, dos Jogos de Tóquio, naquela que é uma das mais tradicionais provas do atletismo olímpico: o revezamento 4×100 metros, nesta quinta-feira, surpreendendo a todos e irritando o lendário Carl Lewis. Ele considerou a atuação vergonhosa.

O ‘Team USA’ contou com Trayvon Bromell (o homem mais rápido da temporada nos 100 metros), Fred Kerley (vice-campeão olímpico nos 100m), Ronnie Baker (quinto atleta olímpico nos 100m) e Cravon Gillespie.

No entanto, com o tempo de 38 segundos e 10 centésimos, ficou apenas na sexta colocação em sua eliminatória.

"Não fizemos nosso trabalho hoje. Não há desculpas", admitiu Kerley.

Depois da série, Carl Lewis, de 60 anos – que conquistou nove medalhas de ouro em Jogos Olímpicos e foi campeão mundial oito vezes –, responsabilizou a equipe norte-americana pela eliminação.



"A equipe dos Estados Unidos fez tudo errado no revezamento masculino", escreveu o ex-atleta no Twitter. "Ficou claro que não havia liderança. Foi uma vergonha total e é completamente inaceitável que um time dos Estados Unidos pareça pior do que alguns caras da AAU (União Atlética Amadora)", acrescentou.

Duas medalhas de ouro olímpicas e três títulos mundiais de Lewis foram conquistados no revezamento 4×100 metros.

Esta eliminação representa uma nova decepção para os Estados Unidos, que ainda não conquistaram nenhum título em Tóquio'2020 no sprint (100 e 200 metros), no masculino nem no feminino.
Compartilhe