Taça Brasil 1966
1

CRUZEIRO

Fifa cita virada impressionante do Cruzeiro sobre Santos de Pelé há 55 anos

Com o resultado de 3 a 2 no Pacaembu, a Raposa conquistou o primeiro título brasileiro de sua história

postado em 07/12/2021 09:40 / atualizado em 07/12/2021 10:05

(Foto: Arquivo / O Cruzeiro / EM DA PRESS)
A Fifa relembrou, nesta terça-feira (7), nas redes sociais, a virada 'impressionante' do Cruzeiro sobre o Santos de Pelé, por 3 a 2, no Pacaembu, em São Paulo, pela final da Taça Brasil de 1966. O resultado, que completa 55 anos, garantiu à Raposa o primeiro título brasileiro de sua história.



"55 anos atrás, uma das surpresas mais impressionantes da história do futebol brasileiro foi completada. O Santos era o grande favorito à conquista do sexto título consecutivo da Taça Brasil. Em vez disso, Raul, Piazza, Dirceu Lopes e Tostão inspiraram o Cruzeiro a um triunfo alucinante", publicou a Fifa nas redes sociais.



Naquele jogo, o Santos abriu dois a zero, com gols de Toninho Guerreiro e Pelé. O Cruzeiro buscou a virada com Tostão, Dirceu Lopes e Natal, conquistando a taça. 

"Comparo aquele Cruzeiro ao Santos de Pelé, ao Real Madrid de Di Stéfano. Eram equipes que gostavam da bola, que jogavam de forma ofensiva, com jogadores fantásticos". A explicação que define a equipe celeste que assombrou o Brasil na década de 1960 é do ex-zagueiro Procópio, um dos líderes daquela geração, em entrevista ao Superesportes , em 2015.

Aquela geração de ouro celeste chamou a atenção do Brasil por vencer, de forma avassaladora, o Santos na decisão da Taça Brasil. O time praiano exercia uma soberania nacional de cinco anos. Liderado por Pelé, conquistou os brasileiros de 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965, além de ter ganhado o Mundial em 1962 e 1963. Naquele campeonato, o Cruzeiro superou Americano, Grêmio e Fluminense, além do Santos. Na grande decisão, goleada por 6 a 2, no Mineirão, e outro triunfo em São Paulo, no Pacaembu (3 a 2). O futebol mineiro, pela primeira vez, mostrava sua força nacionalmente.

"A conquista foi o pontapé inicial e teve a história enriquecida pela decisão com o grande Santos, o melhor time do mundo. Tínhamos uma equipe muito jovem. Admito que ficamos muito surpresos com a nossa capacidade, não tínhamos consciência da nossa força. Depois disso, a história do Cruzeiro foi sendo escrita com futebol bem jogado, de conquistas. Aquele título foi uma semente plantada que gerou frutos", explicou o capitão do Piazza, que ergueu a taça em 7 de dezembro de 1976, no Pacaembu.


Caminho da taça para a Raposa


1ª fase
Cruzeiro 4 x 0 Americano (Estádio Godofredo Cruz - Campos)
Gols: Tostão, Natal, Zé Carlos e Evaldo

Cruzeiro 6 x 1 Americano (Mineirão)
Gols: Evaldo (2), Marco Antônio (2), Zé Carlos e Zé Alcindo (contra)

Quartas de final
Cruzeiro 0 x 0 Grêmio (Olímpico)

Cruzeiro 2 x 1 Grêmio (Mineirão)
Gols: Marco Antônio e Tostão

Semifinais
Cruzeiro 1 x 0 Fluminense (Mineirão)
Gol: Evaldo

Cruzeiro 3 x 1 Fluminense (Maracanã)
Gols: Evaldo (2) e Dalmar

Finais
Cruzeiro 6 x 2 Santos (Mineirão)
Gols: Dirceu Lopes (3),  Zé Carlos (contra), Natal e Tostão

Cruzeiro 3 x 2 Santos (Pacaembu)
Gols: Tostão,  Dirceu Lopes e Natal


Tags: cruzeiro santos final mineirão craques encontro 1966 cruzeiroec interiormg santossp taça brasil taça brasil 1966 tacabrasil1966 cruzeiro100anos