América

MERCADO

América não aceitou investir R$ 400 mil para ter ex-camisa 10 Bady em definitivo

Valor era referente a 30% dos direitos econômicos do meia, que voltou ao São Bernardo. Dirigente paulista aguarda boas propostas ao término do Campeonato Estadual de 2014

postado em 13/12/2013 19:27 / atualizado em 16/12/2013 18:11

Rafael Arruda /Superesportes

Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press

Após o término da Série B, o América não exerceu o direito de compra de Bady, seu ex-camisa 10. Conforme estabelecido na cláusula contratual, o São Bernardo (SP) fixou 30% dos direitos econômicos do jogador em R$ 400 mil. A diretoria do Coelho até tentou negociar, oferecendo um valor mais baixo e propondo novo empréstimo posteriormente. Não conseguiu. O armador, inclusive, já retornou ao seu clube de origem.

Segundo apurou o Superesportes, o acordo ainda previa que, ao término do vínculo, Bady seria obrigado a disputar o Campeonato Paulista de 2014 pelo próprio São Bernardo, mesmo se o América adquirisse seus direitos. Somente no segundo semestre é que o jogador retornaria ao CT Lanna Drumond em definitivo. As condições não foram aceitas.

Flávio Lopes manifestou a posição do América. “Não compensava”, resumiu o gerente de futebol, antes da confirmação dos detalhes supracitados. O clube alega não ter possibilidade de realizar grandes investimentos e luta para regularizar os salários do elenco referentes a outubro e novembro. Uma parcela referente à venda de Rodriguinho (a terceira dos R$ 4 milhões) não quitada pelo parceiro do Corinthians trava as contas do time alviverde.

Bady se destacou pelo Coelho na Série B. Em meio aos altos e baixos do clube (nono colocado, com 57 pontos), o ex-camisa 10 marcou cinco gols em 22 partidas (19 como titular), além de três assistências. Ele ganhou oportunidade somente no segundo turno, logo após a saída de Rodriguinho. Se os dois tivessem jogado juntos por mais tempo, talvez o Coelho teria sorte diferente e conquistaria o acesso à elite..

Presidente do São Bernardo elogia Bady

O presidente do São Bernardo, Luiz Fernando Teixeira, não poupou elogios a Bady. Com a negativa do América, ele espera que o jogador brilhe no Campeonato Paulista e já mira uma eventual negociação. A intenção é vendê-lo por um preço muito superior aos R$ 400 mil. O Tigre detém 60% do passe do atleta.

“Vocês de Minas acompanharam somente uma parte. Ele vem nessa boa fase há quase três anos. Seu último Campeonato Paulista foi impecável”, declarou. “Fora de campo é um menino muito bom. É inteligente, humilde, simples e dedicado. Acredito que será extremamente difícil segurá-lo no clube”, declarou à reportagem.

Aos 24 anos, Bady coleciona boas passagens pelo interior do futebol paulista. Além do São Bernardo, o jogador também defendeu Rio Preto e Santo André. Em 2012, chegou a ser envolvido em uma negociação não concretizada com o Boa Esporte. Os dirigentes do time de Varginha alegaram que o atleta não queria morar em hotel, afirmação imediatamente desmentida pela cúpula do Tigre do ABC.

Tags: américa bady investimento mercado dinheiro