None
América

AMÉRICA

Depois de percorrer 1.855 km no Estadual, Coelho vai encarar quase 15 horas de voo para jogar a Copa do Brasil

América vai enfrentar o São Raimundo, em Boa Vista, na quarta-feira da semana que vem

postado em 06/02/2019 09:06 / atualizado em 06/02/2019 09:21

João Zebral / América

Depois de enfrentar uma verdadeira maratona pelas estradas mineiras, percorrendo 1.855 quilômetros em uma semana – com as viagens para jogar em Tombos e Patrocínio –, o América se prepara para mais uma aventura, agora aérea. Para enfrentar o São Raimundo, de Roraima, em Boa Vista, na quarta-feira da semana que vem (jogo único da primeira fase da Copa Brasil), vai encarar nada menos que 23 horas de voo. A situação preocupa o técnico Givanildo Oliveira, pois o confronto no Norte do país será justamente na semana que antecede o clássico contra o Cruzeiro, pelo Campeonato Mineiro.

A viagem de ida é mais longa, começando na segunda-feira pela manhã. Terá 14h30min de duração, terminando apenas no início da madrugada de terça. O time seguirá para Brasília às 11h30, devendo desembarcar lá às 12h50. Os jogadores passarão o dia na capital federal, pois o embarque para a capital de Roraima será somente às 22h45, e o voo terá duração de 3h30min. O fuso horário de Boa Vista é duas horas a menos que o horário oficial de Brasília.

A volta se dará na madrugada de quinta-feira (2h50), o que força o América a deixar o Estádio Raimundo Ribeiro de Souza, onde será disputada a partida, direto para o aeroporto. De Boa Vista, a delegação do América seguirá para Brasília, em voo estimado para ter a duração de 3h30min. Haverá nova espera na capital federal, pois o voo para BH partirá somente às 9h. A chegada a Confins está prevista para as 10h35.

RECLAMAÇÃO As preocupações do treinador começam no sábado, quando o time enfrentará a URT, pelo Estadual, às 21h. Givanildo não gostou do horário do jogo. “Poderia ser à tarde”, destacou. No domingo, o treinador comandará um treino para quem não tiver entrado em campo contra a URT. Na segunda-feira pela manhã, os jogadores se reapresentam no CT Lanna Drumond e de lá seguem para Confins.

A preocupação maior do treinador é com relação ao retorno de Boa Vista, pois a quinta-feira estará perdida, uma vez que o Coelho chegará no fim da manhã a BH e não haverá condições de comandar treino nesse mesmo dia, já que os jogadores terão passado a madrugada em trânsito. Com isso, a preparação para o clássico contra o Cruzeiro só terá início na sexta-feira, quando haverá um treino. No sábado pela manhã, Givanildo deve comandar atividade leve e definir a escalação.

Tags: Copa do Brasil coelho estadual voo americamg