América

AMÉRICA

Lisca prega cautela e mostra respeito pelo Corinthians: 'Tem mais tradição na Copa do Brasil que o América'

Para o treinador, não será fácil superar um dos gigantes do futebol brasileiro nesta etapa da competição nacional

postado em 28/10/2020 10:00 / atualizado em 27/10/2020 20:16

(Foto: João Zebral / América)

Vice-líder da Série B do Campeonato Brasileiro, com 35 pontos, o América vive boa fase dentro de campo. E para manter a sequência positiva na temporada, o time encara o Corinthians em um confronto histórico, nesta quarta-feira (28), às 21h30, na Neo Química Arena, pelo jogo de ida da Copa do Brasil. A volta está marcada para 4 de novembro, no Independência, em Belo Horizonte. 
 
Em entrevista ao Seleção SporTV nessa terça-feira, o técnico Lisca, do América, projetou como será o confronto. Para o treinador, não será fácil superar um dos gigantes do futebol brasileiro nesta etapa da competição nacional. 

“É um confronto de 180 minutos. O Corinthians tem uma história maravilhosa na Copa do Brasil. A grosso modo, tem muito mais tradição na Copa do Brasil que o América. Já o América nunca passou para a próxima fase e nunca ganhou do Corinthians em São Paulo”, reconheceu Lisca.  

Mesmo ciente da dificuldade que é encarar o adversário, o técnico americano está confiante na equipe alviverde. Ele acredita no esforço do Coelho para superar as adversidades e chegar às quartas de final pela primeira vez na história do clube. 

“É um jogo muito gostoso de jogar e todo profissional que está no time do América sonha em ter essa oportunidade. Estamos encarando dessa maneira, com muita dificuldade, mas nas dificuldades sempre existe uma grande oportunidade. É em cima disso que nós estamos trabalhando”, completou. 
 
Lisca também reconheceu que o Corinthians melhorou o desempenho com a chegada do técnico Vagner Mancini, que foi contratado para o lugar de Tiago Nunes - demitido do Timão em novembro. Além disso, ele citou, nominalmente, alguns pontos fortes do time paulista. 

“O Vagner já mudou bastante o time do Corinthians e agora já tem um time com mais mobilidade. O Jô pode voltar ao time já nesta partida. Tem o Cazares por dentro, além do Ramiro junto com o Ederson e o Xavier no meio campo. O Fagner é um jogador experiente e muito interessante na construção de jogo, por isso temos que ter muita atenção com ele. Então, o Mancini já deu uma equilibrada no time bem legal”, avaliou Lisca. 

Tabu


O retrospecto geral do duelo é favorável aos alvinegros. Em 18 jogos, foram oito vitórias corintianas e cinco triunfos do Coelho, além de cinco empates. O Timão marcou 27 gols, enquanto a equipe mineira anotou 20.

A última vez que o América venceu o Corinthians foi em 6 novembro de 2011, por 2 a 1, no Parque do Sabiá, em Uberlândia, pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro. Amaral e Fábio Junior fizeram os gols do Coelho, que era lanterna da competição, sobre o então líder e futuro campeão nacional daquele ano.  

Metas da diretoria


No programa, Lisca também revelou que já superou a meta imposta a ele na Copa do Brasil. Segundo o treinador do Coelho, o presidente Marcus Salum queria que o América avançasse no mínimo à terceira fase da competição de mata-mata.

“O principal objetivo do clube, obviamente, é o acesso da Série B para a Série A e isto está bem claro. Desde que cheguei ao América, o presidente Marcus Salum me disse assim: ‘objetivos mínimos: Campeonato Mineiro - estar pelo menos entre os quatro; Copa do Brasil - pelo menos passar duas fases; e Série B - o acesso’”, citou o treinador. 
 
“Outra intenção do clube é conseguir o acesso e permanecer na elite por uns dois ou três anos, no mínimo, para poder mudar o clube de patamar e brigar de igual para igual com os clubes da Série A”, projetou.

Tags: copadobrasil americamg interiormg futnacional corinthianssp