América

SÉRIE B

América empata com Brasil-RS e corre risco de perder liderança da Série B

Coelho amarga terceiro empate seguido e pode ser ultrapassado pela Chapecoense na rodada

postado em 19/01/2021 17:59 / atualizado em 19/01/2021 19:55

(Foto: Estevão Germano/América)

Com acesso assegurado à Primeira Divisão de 2021, o América amargou o terceiro empate seguido na Série B do Campeonato Brasileiro. Na luta pelo tricampeonato, o Coelho ficou com a liderança ameaçada a dois jogos do fim da competição devido ao 0 a 0 no duelo contra o Brasil-RS, nesta terça-feira, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, pela 36ª rodada. O jogo teve reclamação de ambos os times por pênaltis não marcados. 

Com o resultado, o América chegou a 69 pontos, dois a mais que a Chapecoense, vice-líder. A equipe de Lisca, que vinha de empates diante de Náutico e Botafogo-SP, perderá a ponta da tabela em caso de triunfo da Chape sobre a Ponte Preta, nesta quinta-feira, às 17h45, na Arena Condá, em Chapecó. Já o Brasil-RS ocupa o 12ª lugar, com 48 pontos. 

Na próxima rodada, a penúltima da Série B, o América visita o Confiança, neste sábado, às 16h15, no estádio Baptistão, em Aracaju. Um dia antes, às 19h15, o Brasil encara o CSA, no Rei Pelé, em Alagoas.



O jogo 


O primeiro tempo em Pelotas foi equilibrado e de poucas chances criadas pelas equipes. A primeira oportunidade do América saiu em cobrança de falta de João Paulo, aos 22 minutos. A bola fez uma curva venenosa e quase surpreendeu o goleiro Rafael Martins, que espalmou para escanteio. Aos 23min, Felipe Azevedo recebeu cruzamento de Ademir e, livre na área, cabeceou sobre o travessão. O Brasil-RS encontrou espaços em contra-ataques e reclamou de pênalti em jogada em velocidade de Dellatorre, derrubado por Anderson na risca da grande área. O árbitro chegou a assinalar a penalidade, mas voltou atrás após interferência do assistente e marcou falta. No fim da etapa, Messias se enroscou com os adversários na área e caiu. O lance foi considerado normal pela arbitragem. 

O América voltou com alteração na zaga para o segundo tempo: Eduardo Bauermann na vaga de Anderson, advertido com cartão amarelo e suspenso no próximo jogo. No Brasil-RS, o goleiro Rafael Martins, lesionado, foi substituído por Marcelo. No início da etapa, o Coelho ameaçou em forte chute de fora da área do zagueiro Joseph, improvisado na lateral direita. Aos 19 minutos, o América ficou em vantagem numérica em campo com a expulsão de Bruno Santos, por pisão em Ademir. Lisca, então, decidiu aumentar a ofensividade da equipe e realizou três alterações: Marcelo Toscano, Neto Berola e Calyson nos lugares de Joseph, Vitão e Felipe Azevedo. 

Apesar das mudanças, o América não mostrou efetividade nas investidas e sucumbiu à marcação xavante. Aos 36min, Lohan na vaga de Alê foi mais uma aposta de ataque de Lisca. O Coelho aumentou a pressão nos instantes finais e reclamou de pênalti em puxão de Felipe Albuquerque em Lohan. Nos acréscimos, Messias teve a última chance do jogo, mas cabeceou para fora após cruzamento de Ademir. 

Brasil-RS 0 x 0 América 


Brasil-RS:  Rafael Martins (Marcelo); Rodrigo Ferreira (Felipe Albuquerque), Heverton, Diego Ivo e Bruno Santos; Sousa e Rafael Vinícius (Bruno Matias); Bruno José, Matheus Oliveira (Pablo) e Matheuzinho (Matheus Mendes); Dellatorre. Técnico: Claudio Tencati. 
 
América: Airton; Joseph (Marcelo Toscano), Messias, Anderson e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Alê (Lohan); Ademir, Felipe Azevedo (Calyson) e Vitão (Neto Berola). Técnico: Lisca. 
 
Motivo: 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS
Data e horário: 19 de janeiro de 2021 (terça-feira), às 16h

Cartões amarelos: Bruno Santos (Brasil-RS); Anderson (América)
Cartão vermelho: Bruno Santos (Brasil-RS)
 
Árbitro: Salim Fende Chavez (CBF/SP)
Assistentes: Vitor Carmona Metestaine e Fábio Rogério Baesteiro (CBF/SP)







Tags: america serieb interiormg brasilrs