América busca vitória sobre Flamengo no Brasileiro para aliviar pressão

Ainda sem vencer e sem marcar gols na competição, Coelho joga no Maracanã para sair da zona de rebaixamento

13/06/2021 06:00 / atualizado em 12/06/2021 22:25
compartilhe
América, de Lisca, busca primeira vitória no Brasileiro
foto: João Zebral / América

América, de Lisca, busca primeira vitória no Brasileiro

A expectativa era por um futebol mais solto e resultados mais satisfatórios no retorno à elite nacional, mas os primeiros jogos do América no Campeonato Brasileiro mostraram uma realidade diferente. Com as mesmas dificuldades de anos anteriores na Série A, o Coelho foi superado por Athletico-PR e Corinthians e já figura na zona de rebaixamento – além de ter sido eliminado na terceira fase da Copa do Brasil, nos pênaltis, pelo Criciúma, no meio de semana. Os jogadores tentarão a reabilitação diante do atual bicampeão nacional, Flamengo, neste domingo, às 16h, no Maracanã.

A queda na Copa do Brasil aumentou a pressão sobre atletas, comissão técnica e diretoria no momento de maior irregularidade da equipe na temporada. Parte da torcida pediu a renúncia do presidente Alencar da Silveira Júnior e do diretor de futebol Armando Desessards. 

“Temos um conselho administrativo que trabalha em conjunto. Se o problema é o futebol, deixo claro que não vou mudar a coordenação, pois acredito e confio no trabalho do Marcos Salum e do Euler Araújo, que estão coordenando e vão continuar no América com toda a autonomia para contratar e dispensar quem achar melhor”, afirmou o gestor.

O time alviverde completou mais de um mês sem vencer – o último triunfo foi diante do Cruzeiro (3 a 1), pelas semifinais do Campeonato Mineiro – e ficou cinco jogos sem balançar as redes. O jejum foi quebrado por Ademir, que marcou duas vezes diante do Criciúma, em Santa Catarina. 

“Ficamos esse tempo todo sem fazer gol. Insistimos e tentamos. Mas os gols foram importantes para a sequência da temporada, para acabar com o jejum, que nos incomodava. Agora é acreditar que tudo vai mudar”, afirmou o camisa 10, alvo de sondagens do Palmeiras no início da temporada. 

Um dos destaques do acesso alviverde, ele acredita que o grupo não pode se abater pelo momento ruim: “Temos de mostrar personalidade neste momento. Ficamos chateados por sermos eliminados na Copa do Brasil. É preciso levantar a cabeça, seguir firme, porque o Brasileiro é de muita importância para o clube. É importante permanecer na Série A”.

Além da fase negativa, o jejum de vitórias diante do Fla no Rio é um desafio para o América nesta tarde. Em nove partidas contra o rubro-negro, o Coelho só triunfou em uma oportunidade: em 2000, por 2 a 1, pela Copa João Havelange. Além disso, foram dois empates e seis vitórias dos cariocas. No último duelo, o Flamengo venceu por 2 a 0, em 2018.

Alvo de interesse do Internacional, que dispensou o espanhol Miguel Ramírez, o técnico Lisca deve manter o armador Gustavo e os atacantes Bruno Nazário e Ribamar entre os titulares. O trio deu mais dinâmica à equipe diante do Criciúma e será uma das apostas no Maracanã. Na esquerda, caso entre em campo, o lateral-esquerdo João Paulo completará 100 jogos com a camisa alviverde. 

O adversário


Ainda sem Ceni, Maurício Souza comandará Flamengo neste domingo
foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Ainda sem Ceni, Maurício Souza comandará Flamengo neste domingo


O Flamengo novamente não contará com o técnico Rogério Ceni, que testou positivo para a COVID-19. A equipe jogará bem desfalcada em casa, pois tem vários convocados para a Copa América: o lateral-direito Isla (Chile), o volante Piris da Motta (Paraguai), os armadores De Arrascaeta (Uruguai) e Everton Ribeiro (Brasil) e o atacante Gabriel (Brasil).

Por outro lado, a equipe voltará a contar com o armador Gerson, que defendeu a Seleção Olímpica em dois amistosos na Europa. O atacante Pedro, que também vestiu a amarelinha, testou positivo para a COVID-19 e é outro que fica fora.

FLAMENGO X AMÉRICA 

Flamengo: Diego Alves; Matheuzinho (Rodinei), Willian Arão, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Diego, Gomes (Michael), Gerson, Vitinho, Bruno Henrique e Muniz. Técnico: Maurício Souza

América: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Anderson, Eduardo Bauermann e João Paulo; Alê, Juninho e Gustavo; Ademir, Bruno Nazário e Ribamar. Técnico: Lisca

Motivo: 3ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Maracanã 
Horário: 16h
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil e Helton Nunes (SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
TV: Globo e Pay-per-view

Compartilhe