Atlético-GO

SANTA CRUZ

João Cardoso descreve jogo com Atlético-GO como maior da carreira: 'vão ver quem eu sou'

Meia e prata da casa do Santa Cruz revelou confiança na classificação para a 3ª fase da Copa do Brasil e enfatizou a visibilidade que o duelo dará ao seu futebol

postado em 03/03/2020 08:37

(Foto: Rafael Melo/Santa Cruz)
“Quem é o João? Um cara simples, humilde, mas muito esforçado, que tem a persistência como a maior virtude. Que, dentro de campo, tenta ser um cara mais solto, até porque tem que ser feliz em campo, tem que se divertir”. Com um tanto de coragem e personalidade, é assim que o meia João Cardoso, prata da casa do Santa Cruz, apresenta-se. 

Ele, uma das principais joias da base que vem se destacando nos jogos deste ano, disse que seu primeiro gol no Tricolor está “maduro” e não escondeu o desejo de balançar as redes no jogo decisivo pela Copa do Brasil, contra o Atlético-GO, na próxima quarta-feira.  Segundo o meia coral, o maior jogo de visibilidade na sua curta carreira como jogador profissional.   

João Cardoso também destacou a boa relação que tem com o técnico Itamar Schülle, e fez questão de ressaltar a valorização das categorias de base posta em prática pelo comandante do Santa Cruz. Além disso, o meia também comemorou uma “segunda chance” em disputar partidas de grande apelo midiático, como será a contra o Atlético-GO. Na primeira oportunidade que teve, jogando a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020 também pelo clube pernambucano, acabou se lesionando e perdendo o duelo contra o São Paulo, na 3ª fase da competição.  

“Eu acho que o Itamar utiliza muito a base. Ele é um cara excelente, sabe o que faz. Independente de reforços ou não, ele iria usar a base de qualquer jeito. Meu primeiro gol já está ficando maduro e acho que no próximo jogo já dá pra sair. Tomara que seja um gol de R$1,5 milhão, contra o Atlético-GO. Vai ser”, afirmou. 

“Com certeza vai ser o jogo de minha maior vitrine no futebol. Como eu disse, o jogo que eu ia aparecer era o da terceira fase da Copinha, contra o São Paulo, que foi transmitido, passou na TV, mas não joguei por lesão. Mas agora na Copa do Brasil eu vou ter oportunidade sim de mostrar meu futebol, minha qualidade. E vai ser uma vitrine em que o povo vai ver quem é o João, né?”, completou.  

Pela Copa do Brasil, Santa Cruz e Atlético-GO se enfrentarão nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio Antônio Accioly, em partida única. Diferentemente da primeira fase, cujo regulamento classificava o time visitante em caso de empate, ao Tricolor, agora, cabe vencer para carimbar passagem à terceira fase da competição - e embolsar mais R$ 1,5 milhão. Havendo igualdade no marcador, a disputa será decidida nos pênaltis.