Atlético
None

JUSTIÇA

Caso Robinho: vítima chegou com olhos marejados e permaneceu em silêncio

Ex-jogador de Santos, Atlético e Seleção Brasileira foi condenado a 9 anos de prisão por estupro

postado em 19/01/2022 17:41 / atualizado em 19/01/2022 17:59

(Foto: Olivier MORIN/AFP)

O julgamento em última instância que confirmou a condenação de Robinho e o amigo Ricardo Falco à 9 anos de prisão foi acompanhado de perto pela vítima do crime de violência sexual. A mulher albanesa esteve presente na Corte de Cassação de Roma na manhã desta quarta-feira (19/1), mas preferiu se resguardar e não se pronunciar. As informações são do portal Uol.



Ao chegar à Corte, a vítima manteve-se em silêncio. Antes do julgamento iniciar, ainda no corredor do prédio, ao ser questionada como se sentia naquele momento, não disse nada, mas seus olhos marejaram.

Durante os cerca de 30 minutos de audiência, ela ficou sentada no último banco da pequena sala que abriga a terceira seção penal, ao lado de seu advogado, escutando as alegações da defesa de Robinho.

A albanesa estava presente, inclusive, no momento em que o advogado Franco Moretti afirmou que a vítima "passava a mão nos genitais dos acusados", fala que imediatamente foi repreendida pelo presidente da Corte, Luca Ramacci.

Após o fim do julgamento, com a confirmação da condenação de Robinho e Falco, a imprensa se reuniu ao redor do advogado da vítima para ouvir suas declarações. Enquanto isso, a albanesa preferiu se distanciar e manter o silêncio que foi sua estratégia durante todo o processo.

Tags: robinho estupro destaque atleticomg futinternacional santossp