Atlético

ATLÉTICO

Atlético supera ausências de titulares, vence Sport de virada e é vice-líder provisório

Galo chega a 54 pontos, ultrapassa São Paulo e fica a sete do líder Cruzeiro

postado em 25/10/2014 20:27 / atualizado em 25/10/2014 22:39

Rafael Arruda /Superesportes

Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

O Atlético é o novo vice-líder do Campeonato Brasileiro. Pelo menos até segunda-feira, quando o São Paulo receberá o Goiás no Morumbi. Apesar de atuar sem titulares importantes, como Diego Tardelli, Guilherme, Luan e Edcarlos, e com um atleta a menos desde o início do segundo tempo – o goleiro Victor foi expulso ao cometer falta em Wendel –, o Galo se mostrou valente e venceu o Sport, de virada, por 3 a 2. Tiago, zagueiro estreante, Dátolo e Carlos assinalaram os gols mineiros no Independência. Rodrigo Mancha e Danilo marcaram a favor dos pernambucanos, que continuam na intermediária da tabela da Série A.

Segundo colocado do Brasileiro com 54 pontos – sete a menos que o líder Cruzeiro –, o Atlético volta suas atenções para as semifinais da Copa do Brasil. Na quarta-feira, enfrentará o Flamengo, no Maracanã, às 22h. O Sport receberá o Figueirense na Ilha do Retiro, domingo que vem, pelo Campeonato Nacional.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE A DO BRASILEIRO

Sem Luan, Guilherme e Tardelli, o Galo tinha o desafio de superar um Sport retrancado e disposto a jogar no contra-ataque. Levir Culpi manteve o estilo de jogo da equipe, com Maicosuel e Cesinha sendo opções de velocidade pelas pontas, Marcos Rocha na condição de armador e Carlos centralizado. Mas o início foi complicado. Os pernambucanos fechavam bem a defesa e eram precisos em suas investidas. Numa delas, aos 17 minutos, Rodrigo Mancha recebeu assistência de Diego Souza e contou com rebote do goleiro Victor para abrir o placar no Estádio Independência: 1 a 0.

Pelo meio estava difícil. Nem com a aproximação de Dátolo, o Galo conseguia penetrar na área rubro-negra. Logo, as jogadas aéreas passaram a ser alternativas. Tiago, estreante da noite, deu seu cartão de visita ao escorar, com perigo, escanteio cobrado por Cesinha. Mas o zagueiro não se dava por satisfeito. Queria mais. Em coletiva na Cidade do Galo, Tiago disse que tinha qualidade nas bolas paradas. Aos 32 minutos, em infração questionada pela defensiva do Sport, o ex-jogador do Caxias soltou a bomba perto da linha da grande área e empatou o jogo: 1 a 1. Quase no fim, o Leão voltou a ameaçar o Galo, mas Wendel perdeu grande chance.

ASSISTA AOS GOLS DA VITÓRIA ALVINEGRA NO HORTO

Levir Culpi promoveu uma alteração no intervalo. Tirou Alex Silva e colocou Pierre, liberando Dátolo para armar as jogadas. Surtiu efeito logo aos dois minutos. Maicosuel fez ótima jogada pelo meio e achou o argentino, que driblou seu marcador e bateu bonito no ângulo: 2 a 1. A segunda substituição, entretanto, estava fora dos planos de Levir. Foi por obrigação. Em contra-ataque do Sport, Victor saiu do gol e calçou Wendel. Trocou a possibilidade de sofrer o tento pela expulsão. O jovem arqueiro Uilson entrou na vaga de Cesinha. O Galo encarou o desafio de jogar com um atleta a menos por cerca de 40 minutos.

Com um a mais, o Sport tentava controlar a posse de bola, porém esbarrava nas limitações técnicas. Buscando velocidade, Eduardo Baptista lançou Ananias e Danilo em campo. O Atlético, por sua vez, se mostrava valente. Não se acovardava e partia para cima em momentos cruciais. Em lance marcado por insistência de Maicosuel, aos 23 minutos, Carlos aproveitou dois rebotes dados por Magrão e marcou o terceiro gol no Horto: 3 a 1. Só que a desvantagem numérica de jogadores prejudicou o Galo, visivelmente cansado. Aos 32, o Leão se aproveitou dessa situação e diminuiu com Danilo: 3 a 2. Depois, tentou de todas as formas igualar o marcador, mas o time alvinegro sustentou a pressão e garantiu mais três pontos importantíssimos na competição.

ATLÉTICO 3X2 SPORT

ATLÉTICO

Victor; Alex Silva (Pierre, no intervalo), Jemerson, Tiago e Douglas Santos; Josué, Dátolo, Marcos Rocha e Maicosuel (Marion, aos 39 do 2ºT); Cesinha (Uilson, aos 8 do 2ºT) e Carlos
Técnico: Levir Culpi

SPORT
Magrão; Vitor, Henrique Mattos, Durval e René (Zé Mário, aos 40 do 2ºT); Ronaldo (Danilo, aos 18 do 2ºT), Rodrigo Mancha, Wendel (Ananias, aos 8 do 2ºT), Ibson e Felipe Azevedo; Diego Souza
Técnico: Eduardo Baptista

Motivo: 31ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Independência, em Belo Horizonte
Data: Sábado, 25 de outubro
Gols: Rodrigo Mancha, aos 17, Tiago, aos 32 do 1ºT; Dátolo, aos 2, Carlos, aos 23, Danilo, aos 32 do 2ºT
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Cartões amarelos: Rodrigo Mancha, aos 18, Diego Souza, aos 31, Durval, aos 41 do 1ºT; Wendel, aos 5, Marcos Rocha, aos 21 do 2ºT
Cartão vermelho: Victor, aos 7 do 2ºT
Público e renda: 13.115 pagantes e R$ 262.095,00

{'id_site': 1, 'imagem_destaque': 'ns1/app/foto_126510467054/2014/10/25/6090/20141025190130926908u.JPG', 'id_content': 2957363L, 'url': 'https://www.mg.superesportes.com.br/app/fotos/futebol/atletico-mg/2014/10/25/galeria_atletico_mg,6090/fotos-de-atletico-x-sport.shtml', 'titulo_destaque': 'Fotos de Atl\xe9tico x Sport', 'id_pk': 6090L, 'id_conteudo': 2957363L, 'id_aplicativo': 11, 'meta_type': 'foto', 'titulo': 'Fotos de Atl\xe9tico x Sport', 'id_treeapp': 144, 'descricao_destaque': 'Imagens da partida disputada no Independ\xeancia pela 31\xaa rodada da S\xe9rie A', 'schema': 'foto_126510467054'}

Tags: Série A virada seriea campeonato brasileirogaloindependência" atlético sport