Atlético

ATLÉTICO

Opção por time alternativo abre espaço para atletas pouco aproveitados no Atlético

Jovens e apostas para o futuro terão chance nos primeiros jogos do Mineiro

postado em 14/01/2018 08:00 / atualizado em 13/01/2018 20:23

Bruno Cantini/Atlético

Por enquanto, a programação se resume a treinos sob sol escaldante, testes físicos e atividades na academia. Em ritmo intenso de começo de ano, os jogadores do Atlético contam os dias para a primeira partida oficial em 2018, contra o Boa, quinta-feira, às 19h30, em Varginha, pelo Campeonato Mineiro. E com uma certeza: a equipe tentará compensar na vontade a falta de entrosamento natural no início de trabalho. Mesmo com esses problemas, comuns em abertura de temporada, o time alvinegro tem conseguido bons resultados em estreias do Estadual. Na década atual, o Galo perdeu uma única vez: para o arquirrival, Cruzeiro, por 2 a 1, em 2013, na reinauguração do Mineirão.

A última derrota alvinegra para adversários do interior ocorreu há 10 anos, diante do Democrata-SL: 1 a 0, na Arena do Jacaré. O próprio Boa foi adversário do Atlético na primeira rodada, em 2012, batido por 2 a 0 em 2012, com gols de Bernard e André. Em 2014, foi a única vez na década que o Galo saiu de uma estreia sem marcar gol: ficou no 0 a 0 com o Minas, em Sete Lagoas.

De acordo com o planejamento feito pela comissão técnica, os reservas atuarão nas primeiras rodadas do Campeonato Mineiro, já que a intenção é que o grupo principal faça pelo menos um mês corrido de preparação na Cidade do Galo. Desta forma, a torcida vai ver um time jovem em campo, com pratas de casa e apostas para os próximos anos.

“É uma grande chance na carreira começar uma pré-temporada no Atlético. Todo jogador gosta de atuar. Quando vim para o Atlético, minha intenção era jogar ao máximo. No ano passado, tive uma lesão que me atrapalhou. Agora, é uma grande oportunidade para mim e meus companheiros poderem estar na estreia do Mineiro. Quem hoje está na reserva busca um espaço. Estou correndo atrás para ser utilizado mais vezes”, afirma o volante Gustavo Blanco, de 23 anos, que no último Estadual se destacou com a camisa do América.

O meio-campo é considerado reserva de Elias. Recuperado da contusão grave no tornozelo esquerdo (ruptura no tendão), ele acredita que pode render mais. Em Varginha, ele está ciente de que terá de ajudar na marcação e no setor ofensivo, aparecendo como elemento surpresa: “Estamos jogando num esquema com três jogadores, Yago, Valdívia e eu. Jogando por ali consigo marcar e sair para o jogo. O volante atual tem de fazer as duas funções muito bem e eu estou tentando evoluir ao máximo para ajudar o time”.

ÚLTIMAS ESTREIAS

2011 - Funorte 1 x 2 Atlético - Gols: Magno Alves e Diego Tardelli
2012 - Atlético 2 x 0 Boa Esporte - Gols: Bernard e André
2013 - Cruzeiro 2 x 1 Atlético - Gol: Araújo
2014 - Minas Boca 0 x 0 Atlético
2015 - Atlético 2 x 0 Tupi - Gols: Dátolo e Lucas Pratto
2016 - Uberlândia 0 x 1 Atlético - Gol: Leonardo Silva
2017 - Atlético 1 x 0 América-TO - Gol: Fred

Tags: atlético galo interiormg mineiro reservas