Atlético

ATLÉTICO

Sexto colombiano na história do Atlético, Dylan Borrero tenta encerrar retrospecto sem brilho de compatriotas no clube

Relembre passagem dos outros jogadores da Colômbia pelo Galo

postado em 12/01/2020 19:02 / atualizado em 12/01/2020 19:59

(Foto: Divulgação)

Jovem aposta para temporada, Dylan Borrero será o sexto jogador da Colômbia a vestir a camisa do Atlético. Na quinta-feira passada, o meia-atacante foi oficializado como reforço do clube e assinou contrato válido até 2024. Considerado uma ‘joia colombiana', o jogador de 18 anos tem a missão de quebrar o histórico de desempenhos sem brilho dos compatriotas que atuaram pelo Alvinegro. 

Revelado pelo Independente Santa Fe, Dylan Borrero chegou ao Atlético uma semana após a saída do compatriota Yimmi Charávendido ao Portland Timbers, dos Estados Unidos. O colombiano anterior no elenco do Galo teve passagem de pouco destaque. Contratação mais cara da história alvinegra – US$ 6 milhões (R$ 22,2 milhões, na cotação da época) pagos ao Junior Barranquilla  em julho de 2017 -, Chará disputou 68 jogos e marcou dez gols. Apesar da sequência em grande parte como titular, o atacante nunca foi unanimidade entre os torcedores e se despediu sem deixar saudades. 

Antes de Chará, o Atlético contou com Sherman Cárdenas. Contratado em 2015, menos de um ano depois de ajudar o Atlético Nacional a eliminar o Galo nas oitavas de final da Copa Libertadores, o meio-campista apresentou rendimento abaixo da expectativa. Foram 29 jogos e nenhum gol. Ao final do contrato de empréstimo, o clube mineiro não se interessou em desembolsar US$ 3,7 milhões pelos diretos econômicos do armador, que retornou ao Nacional. Aos 30 anos, ele atualmente defende o Junior Barranquilla. 

No segundo semestre de 2009, chegou à Cidade do Galo o atacante Wason Rentería, emprestado pelo Porto. O jogador havia se destacado pelo Internacional na conquista da Libertadores, três anos antes. No entanto, ele não brilhou em Belo Horizonte, teve o contrato rescindido e deixou o Atlético em janeiro de 2010, com apenas um gol em 16 partidas. Passagem igualmente apagada teve Gustavo Del Toro, em 2000. O volante disputou sete jogos e anotou um gol. 

Fiasco do primeiro colombiano da história

O primeiro jogador colombiano na história do Atlético foi o armador Alexander Escobar, então ídolo do América de Cáli por mais de uma década. Chegou ao Galo no meio da temporada de 1996 para ser o camisa 10 do time no Campeonato Brasileiro, mas esteve em campo apenas sete vezes e não marcou gol.


Tags: atlético dylan borrero jogadores colombianos