Atlético

ATLÉTICO

Presidente rechaça problema de relacionamento com Sampaoli no Atlético

Sette Câmara elogia profissionalismo do argentino: 'Não quero boa praça'

postado em 22/09/2020 09:02

(Foto: Bruno Cantini/Atlétco )

O presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, descartou qualquer desavença ou problema de relacionamento com o técnico Jorge Sampaoli. O dirigente desmentiu boatos de que, após contratações canceladas por pressão da torcida, como as do armador Thiago Neves e do atacante Sebasitán Villa, além de atrasos na folha salarial, tenham provocado insatisfação do treinador argentino. 

Na semana passada, em meio à reviravolta nas negociações de Thiago Neves e Sebastián Villa, ambos vetados pela torcida, surgiram rumores de que Sampaoli teria até ameaçado deixar o clube por causa de atrasos na folha de pagamentos. A diretoria acertou o mês de julho com o grupo profissional, mas ainda deve os vencimentos de agosto, conforme admitiu o próprio presidente.

Sette Câmara, no entanto, rechaçou qualquer problema na relação com Sampaoli. Em entrevista ao programa Bastidores, da Rádio Itatiaia, ele disse que os boatos são frutos de tentativa de desetabilizar o time, que faz ótima campanha no Brasileiro e lidera a competição. O dirigente elogiou  muito o profissionalismo do argentino e disse admirá-lo pela conduta no trabalho diário no clube. 

"Falaram que a gente tinha problema de relacionamento, o que não é verdade. nosso relacionamento é bom, todos sabem que ele não é treinador de resenhas, mas sempre conversamos um pouco e temos de respeitar a forma de ser de cada pessoa. Ele é assim", exemplificou. "Estou admirado com o trabalho do Sampaoli e da comissão dele. É um cara simples, que chega cedo e sai tarde, é um obstinado. Eu tenho muita admiração por ele, por isso fiquei chateado com os rumores de que ninguém tinha entendimento", acrescentou.


Personalidade


Sette Câmara considera que a personalidade de Sampaoli remete a uma pessoa séria e que foca no lado profissional. "Eu não quero aqui treinador que seja boa praça, que sorri para todo mundo, fala com todo mundo, que senta para tomar cerveja com presidente. Ele recebe para fazer o que faz, e faz bem feito. Ele é uma pessoa focada e obstinada, é isso o que a gente quer, que consiga fazer o nosso time ter esse desempenho. Ele vem de outra cultura, tem outra filosofia e temos que respeitar isso", observou.

O presidente fez questão de ressaltar que está satisfeito com o trabalho desenvolvido pela comissão técnica e os atletas. "Até jogador é assim, alguns são mais sérios e fechados como o junior alonso, mas todos são profissionais, cumprem à risca o contrato que assinaram e entregam um trabalho de primeira linha. E eu tenho por essas pessoas muito respeito e admitiração. Estão aqui para fazer futebol e fazer o atlético brigar por todos os títulos que vai disputar", destacou.


Galo 'incomoda'


Sette Câmara atribuiu os comentários sobre problemas de relacionamento de Sampaoli no clube ao fato de que o Atlético incomoda pela visibilidade alcançada graças ao trabalho na Cidade do Galo. "A crise não está aqui, a crise está em outros lugares e por aqui tudo vai muito bem, obrigado. A torcida está feliz, o trabalho está sendo feito e vamos manter o foco, a humildade, não vamos deixar que tumultuem o ambiente. É isso o que vão fazer para impedir que o Atlético busque esse título. O Atlético veio para incomodar e muito. E o pessoal não se conforma com isso", comentou.  

Tags: galo atlético treinador dirigente relacionamento interiormg jorge sampaoli sérgio sette câmara