Atlético

ATLÉTICO

Jornal argentino divulga resposta do Boca à proposta do Atlético por Villa; veja documento

Em carta publicada pelo Olé, dirigentes do clube argentino questionam mudança de postura do presidente alvinegro, Sérgio Sette Câmara

postado em 13/10/2020 12:27 / atualizado em 13/10/2020 12:30

(Foto: Juan Mabromata/AFP)

O jornal Olé, principal veículo de comunicação da mídia esportiva argentina, divulgou na manhã desta terça-feira o que seria a resposta do Boca Juniors à proposta mais recente do Atlético pelo atacante colombiano Sebastián Villa. No documento, os dirigentes do clube de Buenos Aires questionam a mudança de postura do presidente alvinegro, Sérgio Sette Câmara. Há menos de um mês, o mandatário atleticano utilizou as redes sociais para descartar qualquer chance de contratar o jogador de 24 anos, acusado de violência de gênero pela ex-companheira Daniela Cortés. Dias depois, teria feito uma nova oferta pelo atleta.

Na reportagem, o periódico divulga imagem do documento (veja mais abaixo), que leva os nomes de Raúl Cascini, 'Patrón' Bermúdez e 'Chelo' Delgado, integrantes do Conselho de Futebol comandado pelo ex-meia Juan Román Riquelme. No texto, os dirigentes do Boca citam a declação em que Sette Câmara descarta a contratação de Villa, colocam em dúvida a veracidade da nova proposta atleticana (que seria de 7,5 milhões de dólares por 50% dos direitos) e o questionam pela mudança de postura em tão pouco tempo.

"Com todo respeito, mas, depois dessa declaração aparentemente sua em que o senhor desqualifica Sebastián (Villa) para jogar em seu clube, mediante declarações inabituais no protocolo de relações entre instituições desportivas por terem a ver com a vida privada de um jogador de outro clube tal como é neste caso, e que agora apresenta uma oferta de compra pelo jogador referido, nos confunde totalmente e até nos coloca em dúvida sobre a autenticidade do email (com a proposta) que agora respondemos", escreveram os dirigentes do Boca.

Na sequência, os integrantes do Conselho de Futebol do clube argentino não respondem nem 'sim' e nem 'não' para a proposta. "Por isso e para preservar o respeito, lhe pedimos que aclare publicamente se essas declarações são suas e,, em caso de serem, como ocorreu sua mudança radical de ideia a respeito de Sebastián em apenas 15 dias, de passar a ser uma pessoa não positiva para o Atlético a ser uma pessoa que desejam contratar? Por tal motivo, lhe pedimos por favor que nos esclareça esta situação, porque não podemos considerar absolutamente nada até que sua declaração seja esclarecida", completam.

A declaração de Sette Câmara a que os dirigentes do Boca se referem data de 16 de setembro. Na ocasião, o Atlético esteve muito próximo de um acordo para contratar o atacante, a pedido do técnico Jorge Sampaoli. Porém, a repercussão negativa entre torcedores alvinegros nas redes sociais - por conta da acusação de agressão contra o jogador - fez com que o presidente atleticano desistisse do negócio e fosse ao Twitter se posicionar.

“O Atlético do futuro precisa de pilares sólidos que estão além das quatro linhas. Comissão e departamento de futebol têm independência para avaliar e indicar, mas a palavra final é minha. Não vai vir também”, escreveu, na ocasião.



A situação, porém, mudou. O Atlético voltou a procurar o Boca Juniors para tentar contratar o atacante. De acordo com a resposta do Boca, a nova oferta alvinegra data de 9 de outubro. E continua sem resposta.

Veja o documento divulgado pelo Olé com a resposta do Boca ao Atlético:

(Foto: Reprodução/Olé)

Tags: galo villa boca atleticomg interiormg futnacional seriea mercadobola