Botafogo

CAMPEONATO BRASILEIRO

Em fases distintas no Brasileirão, Botafogo e Vasco fazem clássico no Engenhão

Clássico marca o jogo de número 300 do Botafogo no Engenhão

postado em 02/06/2019 09:21 / atualizado em 02/06/2019 09:25

<i>(Foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)</i>
Botafogo e Vasco farão apenas seu segundo encontro do ano neste domingo, às 11 horas, no Engenhão, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Isto porque o clube de General Severiano não conseguiu classificar-se para as fases decisivas do Campeonato Carioca, no qual foi muito mal; ao contrário do time de São Januário, que acabou indo até a decisão do torneio. Agora, mais de três meses após o primeiro duelo de 2019, a situação parece ter se invertido.

Com nove pontos em cinco jogos disputados - não está computada a derrota para o Palmeiras, no último fim de semana, temporariamente anulada pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por suposto uso indevido do VAR - e classificados para as oitavas de final da Copa Sul-Americana, com goleada sobre os paraguaios do Sol de América (4 a 0), os botafoguenses parecem viver uma nova esperança sob o comando do jovem técnico Eduardo Barroca.

Já os vascaínos, que ganharam a Taça Guanabara e, à época do duelo anterior (23 de fevereiro, com empate em 1 a 1, também no Engenhão), faziam uma boa campanha sob o comando de Alberto Valentim, buscam agora se reerguer de um início claudicante no Nacional agora liderados pelo experiente Vanderlei Luxemburgo. Com apenas três pontos e ainda sem vitória na competição nacional, os cruzmaltinos precisam reagir com urgência para não reviver pesadelos semelhantes aos dos três anos em que acabou rebaixado para a Série B.

Alheios ao atual drama vascaíno, os donos da casa também vão aproveitar a ocasião para celebrar seu 300º jogo no Engenhão, onde estão com 100% de aproveitamento até o momento no Brasileiro - venceu Fortaleza (1 a 0) e Bahia (3 a 2) por lá -, e a 100ª aparição do goleiro Gatito Fernandes com a camisa do clube.

"Jogar um clássico como esse, num horário que chama a torcida, já é um grande desafio. Motivação tem que estar lá em cima. Dá um gás a mais para conseguirmos essa vitória", ressalta o volante botafoguense João Paulo.

Dou outro lado, mesmo com sua equipe precisando muito da vitória, o lateral vascaíno Yago Pikachu destaca a importância da sequência de três jogos na capital fluminense. "Por estar jogando no Rio, o objetivo é fazer nove pontos. Mas a gente sabe que contra o Botafogo, por se tratar de um clássico, um empate não é um resultado ruim, conquistando, é claro, as duas vitórias nos outros dois jogos seriam sete pontos. Mas no momento não podemos pensar em empatar, pois desperdiçamos pontos importantes", observa o jogador, sobre os jogos contra Internacional e Ceará, que virão depois da rodada deste fim de semana.

Para a partida, a equipe treinada por Eduardo Barroca terá o desfalque do meia Alex Santana, que saiu machucado da vitória sobre o Sol de América, na última quarta-feira. Seu substituto deve ser o garoto da base Gustavo Bochecha, que marcou seu primeiro gol pelo profissional no jogo. O restante da equipe deve compor a mesma escalação do compromisso pela Copa sul-americana.

Nos lados do Vasco, com Luxemburgo tentando manter a formação para este domingo em sigilo, o volante Raul, suspenso pelo terceiro cartão, deve dar vaga a Andrey, formando o meio de campo ao lado de Lucas Mineiro e Marcos Júnior.

Tags: botafogorj seriea nacional vascorj