Chape

CORINTHIANS

Ramiro cobra mudança de postura do Corinthians no reencontro com a Chapecoense

Equipes se enfrentam no Itaquerão, nesta quarta-feira

postado em 30/04/2019 13:31 / atualizado em 30/04/2019 13:38

Estatisticamente, o Corinthians é uma equipe que agride pouco seus adversários. No último domingo, apesar da derrota para o Bahia, o Timão teve mais posse de bola e não soube muito bem o que fazer com a redonda.

Tudo isso está passando pelos olhos dos jogadores e, nessa terça-feira, Ramiro foi enfático ao comentar a postura do time nas partidas. O volante não esconde o incômodo com a falta de controle do Corinthians.
“Temos que gostar de ficar com a bola, ter prazer de atacar o adversário e agredir. Defensivamente temos um plano tático esclarecido para todos. Temos que jogar no campo do adversário, ter um jogo vertical e criar oportunidades. Contra o Bahia, tivemos uma posse de bola mentirosa, pois não vencemos. Mas é importante ter isso no campo de ataque para criar chances de gol”, comentou.

“O tamanho do Corinthians pede isso, que seja protagonista nos campeonatos. Temos que manter o padrão defensivo sólido, sem sofrer gols, e no ataque alimentar os jogadores de frente para sair mais gols”.
Coincidentemente, o adversário dessa quarta é a Chapecoense. Há exatamente uma semana, foi justamente diante dos catarinenses, em Itaquera, que o esquadrão de Carille fez, para muitos, sua melhor apresentação no ano.

“É o principal desafio, manter nível de atenção nas demais partidas. Jogo mata-mata é diferente, tem uma preparação diferente psicológica, a gente teve que agredir mais (no 2 a 0), uma postura boa para quem está em campo. Conversando entre nós, sentimos que a gente cansou menos, agredindo, ficando com a bola. É um modelo que vamos tentar fazer, não em 80 partidas no ano, vamos oscilar, mas é chegar o mais próximo disso”, avaliou Ramiro.

Tags: corinthianssp seriea nacional chapecoensesc