Corinthians

MERCADO DA BOLA

Otero recomenda ida de Cazares, do Atlético, para o Corinthians: 'Vai ajudar demais'

Nos últimos anos, meias eram amigos inseparáveis na Cidade do Galo

postado em 22/09/2020 15:01 / atualizado em 22/09/2020 16:04

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)
 
Os meias Cazares e Otero devem voltar a jogar juntos em breve. O equatoriano já acertou as bases da transferência para o Corinthians e aguarda o acordo do clube paulista com o Atlético para o fechamento da negociação. 
 
Os dois jogadores se tornaram parceiros em 2016, no Atlético. Cazares chegou ao Galo em janeiro daquele ano. Em julho, foi a vez de Otero. Os dois se tornaram grandes amigos no alvinegro. 
 
O venezuelano, que deixou o Galo no fim de agosto, torce para que Cazares acerte com o Corinthians. Ele relembrou ainda o dia em que furou a quarentena em função da pandemia do novo coronavírus para jogar uma ‘pelada’ com o amigo. 
 
“Tenho muito boa relação com o Cazares e a gente furou a quarentena porque não aguentava mais ficar em casa. Estamos conversando sobre outras coisas, o que eu sei é o que aparece nas redes sociais, não posso falar do que não sei, mas se ele vier vai ajudar demais, porque é um cara que joga muita bola”, disse.
 
Otero deu dicas do que é vestir a camisa do Corinthians para Cazares. O venezuelano ressaltou que, com a bola nos pés, o ex-companheiro é diferenciado.
 
“Eu falaria as mesmas coisas que falaram para mim quando eu cheguei, que tem muita pressão, que a vontade não pode faltar, tem que querer ajudar, lutar cada jogo até o final. Isso eu tenho certeza que ele vai ter na cabeça dele e vai colocar em prática, porque com a bola é um grande jogador. Tem que lutar até o final porque o Corinthians é desse jeito”, completou.
 

Negociação

 
Em contato com o Superesportes, o representante de Cazares, André Cury, disse que o percentual a ser mantido pelo Atlético será definido numa reunião. “Estamos muito perto do acordo”, disse.
 
Já em entrevista à Rádio Itatiaia na noite desta segunda-feira, o presidente Sérgio Sette Câmara negou a versão do empresário de que haja um acordo encaminhado para Cazares deixar o Atlético. Segundo ele, o clube ainda não recebeu uma proposta oficial. O fato é que o Galo quer mesmo ser compensado para aceitar a liberação do meio-campista antes de dezembro, quando se encerra o vínculo.
 
“Não recebemos proposta. O que vi foi aí na imprensa, existe uma situação do Cazares que ele tem contrato conosco até 31 de dezembro e ele vai cumprir até a meia-noite de 31 de dezembro. A proposta tem que vir no sentido de ser alguma coisa compensatória para o clube. Liberar o jogador sem qualquer tipo de compensação para o clube, não”, disse.
 
Em janeiro deste ano, o Galo rejeitou proposta de 3 milhões de dólares (R$ 12,7 milhões na cotação da época) do Al-Ain pelo meia. O clube queria mais. Em julho, o Al Ittihad Kalba, dos Emirados Árabes, fez uma oferta menor, mas que seduziu o Atlético. Desta vez, foi o atleta que não quis, já que recusou o salário oferecido.
 

Trajetória no Galo

 
Cazares estreou pelo Galo em fevereiro de 2016, em vitória por 1 a 0 sobre o Independiente del Valle, pela fase de grupos da Copa Libertadores. O meia mostrou muita habilidade e técnica, com dribles e passes certeiros. Ele foi substituído no segundo tempo para a entrada de Robinho, também debutante da noite. Como o equatoriano era o melhor em campo, a torcida vaiou fortemente o técnico Diego Aguirre.
 
A primeira temporada de Cazares pelo Atlético foi positiva, com dez gols em 40 jogos. Entretanto, em 2016, ele já pisava na bola. Em 13 outubro daquele ano, o armador era esperado em Belo Horizonte durante o período da manhã, depois de atuar pela Seleção do Equador. Contudo, ele simplesmente não embarcou no voo reservado pela diretoria e não deu notícias. Foi punido, mas voltou a se envolver em episódios controversos.
 
Em campo, Cazares chegou a fazer golaços, como o do empate em 1 a 1 com o Grêmio pelo segundo jogo da final da Copa do Brasil, em 2016. Ele arriscou de antes do meio-campo e surpreendeu o goleiro Marcelo Grohe. Por outro lado, em determinadas partidas parecia sonolento.
 
No ano passado, o armador chegou a dizer que se fosse mais regular jogaria no Real Madrid. "Se eu consigo manter 70 jogos do mesmo nível, estou no Real Madrid", disse Cazares, em coletiva de imprensa. O armador tem 203 jogos pelo Galo e 41 gols marcados. Ele é o estrangeiro com mais partidas e o segundo maior artilheiro, atrás apenas do argentino Lucas Pratto, com 42.

Tags: galo atlético corinthians interiormg corinthianssp seriea mercadobola cazares otero