Corinthians

ATLÉTICO

Atlético envia ofício à CBF e protesta contra 'escândalo na arbitragem' em jogo contra o Corinthians; veja o documento

Galo reclamou de pênalti não marcado, que resultaria em expulsão do zagueiro Gil; lance contra o Flamengo também foi relembrado

postado em 16/11/2020 15:40 / atualizado em 16/11/2020 16:06

(Foto: Pedro Souza/Atlético)

O Atlético enviou um ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para reclamar da arbitragem na vitória de virada sobre o Corinthians, no último sábado, por 2 a 1, na Neo Química Arena, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em nota enviada, o clube mineiro faz duras cobranças por causa de um pênalti não marcado do zagueiro Gil em cima do atacante Eduardo Vargas. De acordo com o Galo, aconteceu um escândalo.


Na nota, assinada pelo presidente Sérgio Sette Câmara e pelo vice Lásaro Cândido da Cunha, o Atlético reclama da arbitragem, pede a divulgação dos áudios da conversa entre o árbitro, Rodrigo Dalonso Ferreira (SC), com o comandante do VAR, Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ), e cobra o afastamento da dupla.

“O  Clube  Atlético  Mineiro  vem  apresentar  reclamação,  requerer publicização dos áudios e vídeos do VAR, além de protestar veementemente em face  de  penalidade  máxima  clara  não  anotada  em  seu  favor,  na  partida disputada  por  Sport  Club  Corinthians  Paulista  e  Clube  Atlético  Mineiro  em 14.11.2020, válida pela Série A do Campeonato Brasileiro 2020.

Conforme  público  e  notório,  veiculado  por  toda  a  mídia  nacional, aconteceu um verdadeiro escândalo na arbitragem do jogo acima referido, em que o árbitro de campo, com visão frontal do lance aos quatro minutos, deixou de assinalar uma penalidade máxima, não tendo tampouco aplicado o cartão vermelho pelo “agarrão” feito pelo zagueiro Gil do Corinthians”, diz o início da nota.

O Atlético também cobra o presidente da comissão de arbitragem, Leonardo Gaciba, para falar sobre o assunto. O alvinegro relembrou que o ex-árbitro deu entrevista ao canal Sportv para falar que a arbitragem errou e favoreceu o Galo em lance duvidoso na vitória por 3 a 0 sobre o São Paulo, no Mineirão, pela 7ª rodada do Brasileiro - clique aqui e relembre.

“Em  sendo  assim,  requer  o  Atlético  que  o  Presidente  da  Comissão  de Arbitragem publicize de imediato sua opinião sobre o bizarro lance, como fez em relação  à  arbitragem  do  jogo  do  Atlético  contra  o  São  Paulo  FC,  além  de publicizar de imediato os áudios e vídeos do VAR do jogo do último sábado, liberando  obviamente  cópia  ao  Atlético,  para  estudar  as  medidas  adicionais cabíveis, inclusive perante o STJD, se for o caso”.


Lance contra o Flamengo


Na goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo, no Mineirão, em duelo válido pela 20ª rodada, o Atlético também se sentiu prejudicado pela arbitragem. No último lance da partida, Marrony foi derrubado dentro da área, mas a penalidade não foi marcada. Na nota à CBF, o alvinegro relembrou o lance para mostrar que vem sendo prejudicado constantemente na competição.

“É importante realçar que a medida deve ser imediata e urgente, porque o Atlético já tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro na próxima quarta-feira, e novamente teme pela não observância dos protocolos e que seja mais uma  vez  gravemente  prejudicado  em  lances  capitais.  (Não  é  preciso  muito esforço para se rememorar que no jogo contra o Flamengo em 08.11.2020 houve pênalti claríssimo no último lance da partida, e que também não houve atuação correta da arbitragem em relação ao referido lance capital, apesar de àquela altura o placar já estar em 4 x 0.) O Atlético vem sendo sucessivamente prejudicado em lances capitais e elementares  e  espera  transparência,  lisura  e  respeito  da  Comissão  de Arbitragem”.

Veja abaixo a nota completa (se o pdf não aparecer, clique aqui)

Tags: galo atlético corinthians interiormg corinthianssp seriea