UAI

2

Jô lamenta críticas e explica saída do Corinthians

Atacante rescindiu contrato logo depois de ser visto em uma roda de samba durante a derrota da equipe para o Cuiabá, pelo Campeonato Brasileiro

12/06/2022 14:37
compartilhe
Jô rescindiu contrato com o Corinthians de forma amigável
foto: Rodrigo Coca/Corinthians

Jô rescindiu contrato com o Corinthians de forma amigável


Pela primeira vez, o atacante Jô veio à público e falou sobre sua saída do Corinthians. Durante a derrota da equipe para o Cuiabá, na última terça-feira, o jogador foi visto em uma roda de samba e acabou, em seguida, rescindindo seu contrato com o clube. Em entrevista à Rádio 365, o atleta comentou sua decisão em deixar o time.

"Não foi uma decisão fácil. Não é fácil deixar o clube do coração. Um clube que eu tenho um amor gigantesco. Foi complicado, não acho que deveria ter sido massacrado como fui. Mas sou homem suficiente para reconhecer e dizer: 'Se sou eu quem estou atrapalhando, então me retiro'. Com muita dor no coração, porque tenho muito respeito pelos meus colegas, pela diretoria e comissão técnica. Mas, se for o caso, abro mão do que tenho a receber daqui pra frente, saio e vou seguir minha vida", disse Jô.

Jô reiterou o fato de estar se recuperando de uma lesão naquele momento, e que havia "cumprido seu trabalho" no período da manhã, antes da partida. No dia seguinte, ele faltou ao treino da equipe, o que culminou na quebra de seu vínculo com o Timão. Contudo, Olivério Júnior, que conduzia a entrevista, afirmou que ele não estava ausente, pois o clube já havia sido comunicado sobre sua decisão.

"Nós, jogadores, pessoas públicas, às vezes pagamos um preço por ser famoso. Nós somos seres humanos também. Muita das vezes de forma injusta. Será que se tivesse ganho o Corinthians, será que seria massacrado como foi, como bem perguntou o Marcio (Spimpolo, ex-Jovem Pan). Hoje o mundo tem muito juiz, parece até que quando alguém faz algo de errado, só ela faz algo de errado e os outros não. Eu cumpri meu trabalho pela manhã, fui profissional, estava em recuperação. E após isso parece que tenho que fazer o que a internet fala, como se eu não pudesse ter a minha vida social", comentou.

"Quem me conhece sabe a pessoa que sou, as pessoas no clube e minha família sabem como sou. Não sou de querer prejudicar alguém. Sou corintiano, sempre me dediquei ao máximo, mas também tenho minha vida pessoal. Não menosprezei a instituição Corinthians. Fiquei triste sim. A palavra injustiçado é um pouco forte, porque sempre fui bem tratado. Onde passei eu deixei amigos, meu telefone não para de tocar, de todo mundo mandando mensagem e força, porque sabem a pessoa que sou e o caráter que tenho. Às vezes no futebol nem sempre sai do jeito que queremos. Eu fui homem, fui franco, e a situação foi decidida em conjunto. Vou sempre torcer para o Corinthians, porque é um time que tenho uma gratidão imensa. Mas infelizmente hoje no mundo existem alguns juízes colocando algumas coisas no caminho, mas a gente passa esses obstáculos e a vida segue", finalizou.

Nesta temporada, Jô entrou em campo 19 vezes, com quatro gols marcados. Ao todos, o atacante tem 284 jogos pelo Corinthians, com 65 tentos anotados, sendo o maior artilheiro do clube no século.

Compartilhe