UAI

2

Corinthians aguarda resposta do Zenit, da Rússia, por atacante Yuri Alberto

Jogador revelado pelo Internacional deve deixar o clube russo e é visto como prioridade para reforçar o Timão, a pedido de Vítor Pereira

24/06/2022 21:09 / atualizado em 24/06/2022 21:26
compartilhe
Yuri Alberto deve mesmo deixar o Zenit, e Corinthians pode ser o destino
foto: Reprodução/Instagram

Yuri Alberto deve mesmo deixar o Zenit, e Corinthians pode ser o destino


Apesar do clima quente envolvendo a negociação pelo centroavante Yuri Alberto, o Corinthians ainda aguarda uma resposta do Zenit. O clube russo tem contrato com o jogador até 2027, e, por isso, há uma sensação de cautela no Parque São Jorge.

A proposta do Timão já está na mesa do clube russo, porém, segundo apurado pela reportagem, o jogador tem recebido muitas sondagens e, com mercado na Europa, ele é visto como um "sonho" pelo Alvinegro. Não há nada fechado com ele.

Além disso, o Zenit deve pedir uma compensação financeira pela transação de empréstimo. Com isso em mãos, aí sim o Corinthians vai avaliar se acerta ou não com o jogador. A proposta é de vínculo até o meio de 2023.

Por conta da entrevista do técnico Sergey Semak nesta sexta-feira confirmando a saída do jogador, uma resposta do Zenit é esperada a qualquer momento.

Nos últimos dias, o nome de Yuri Alberto ganhou força dentro do Timão Corinthians, e o centroavante é um pedido de Vítor Pereira, como apurado pela reportagem.

Na última terça-feira, a Fifa autorizou que jogadores e treinadores estrangeiros de times russos e ucranianos possam estender seus contratos com outros times até junho de 2023 em decorrência da invasão da Rússia à Ucrânia.

O Corinthians entende que essa abertura da Fifa ajudou em uma possível contratação do jogador, mas também prejudicou por outro lado, já que outros interessados também apareceram, em uma espécie de "vitrine".

Segundo dados do Footstats, Yuri Alberto tem 15 jogos com a camisa do Zenit (11 deles como titular), com 926 minutos jogados. Artilheiro do time em 2022, marcou seis vezes e deu quatro assistências, com uma participação direta a cada 92 minutos.

Compartilhe