Coritiba

SPORT

Em jogo de poucas emoções, Sport empata com Coritiba e dá mais um passo para o acesso

As duas equipes fizeram um jogo sem grande oportunidades de gol, no Couto Pereira, mas o resultado acabou sendo melhor para os pernambucanos

postado em 04/11/2019 21:59 / atualizado em 05/11/2019 01:50

<i>(Foto: GERALDO BUBNIAK/ESTADÃO CONTEÚDO)</i>
Um jogo que não fez jus aos artilheiros que estavam em campo. Somados, os rubro-negros Hernane e Guilherme e o alviverde Rodrigão já marcaram 40 gols nesta Série B. Porém, no duelo desta segunda-feira, todos passaram longe de balançar as redes. Com os sistemas defensivos se sobressaindo, Coritiba e Sport ficaram em um justo 0 a 0 nesta segunda-feira, no Couto Pereira. Resultado que, pela classificação, acabou sendo mais útil aos rubro-negros.

Agora com 57 pontos, o Leão está a apenas cinco pontos da margem considerada segura para o acesso, restando cinco rodadas para o término da Série B. Por outro lado, no pior dos cenários, pode terminar a 33ª rodada a cinco pontos do quinto colocado. Esse foi o 15º empate do Leão na competição. No próximo sábado, o Sport volta a Ilha do Retiro para encarar o ameaçado de rebaixamento Criciúma.  

O jogo

Para a partida, o técnico Guto Ferreira manteve a base dos últimos dois jogos, promovendo apenas a volta do zagueiro Adryelson, ausente da partida contra o Guarani por conta de um problema gastrointestinal. E com relação ao jogo diante do Bugre, o Sport entrou em campo para encarar o Coritiba mostrando bem mais atitude em campo.

Durante todo o primeiro tempo, mesmo atuando fora de casa, o Leão procurou sempre ditar o ritmo da partida. Sem dar espaço aos donos da casa, seja ocupando o campo de defesa do rival ou dobrando a marcação, o sistema defensivo rubro-negro teve uma atuação quase perfeita. 

Tanto que o Coritiba, mesmo necessitando mais da vitória, praticamente não ultrapassou a linha do meio de campo, fazendo com que o goleiro Luan Polli se tornasse um mero expectador, sem fazer uma defesa sequer.

O problema do time pernambucano, no entanto, era na criação. Com Guilherme e Hyuri apagados, e Leandrinho sem acelerar o jogo, mesmo com mais posse de bola, o Sport também pouco ameaçava. E como sequer arriscava chutes de fora da área, o primeiro tempo se arrastou até o fim sem um maior lance de emoção. Com um merecido 0 a 0 no placar. Dentro da situação da Série B, de toda forma, resultado melhor para o Sport. 

Segundo tempo

Para a etapa final, apesar do pouco poder ofensivo das as equipes, Coritiba e Sport retornaram sem alterações. A mudança foi de estratégia, com os donos da casa ocupando mais o campo de ataque e os leoninos, com a marcação mais recuada, no aguardo de encaixar um contra-ataque.

Aos 13 minutos, o técnico Jorginho deixou o Coritiba ainda mais ofensivo ao colocar o meia Thiago Lopes na vaga do volante Serginho (ex-Sport). Com mais espaço para armar seu jogo ofensivo, os rubro-negros voltaram a ocupar o campo de defesa do Coxa. E em um escanteio fechado cobrado por Guilherme, faltou um pé para colocar a bola para dentro. Foi a melhor chance do Sport no jogo.

Aos 26, Guto Ferreira fez a sua primeira mudança ao tirar Hyuri, novamente com uma atuação abaixo do esperado, para a entrada de Marcinho. a estrutura da equipe, no entanto, seguia intacta. Com o Sport bem organizado em campo, cedendo poucos espaços ao Coritiba. E em uma das poucas vezes que isso aconteceu, Luan Polli apareceu bem para fechar o espaço em chute de Thiago Lopes, que entrou sem marcação. Isso já aos 32. E ficou por aí. 

Ficha do jogo

Coritiba 0 
Alex Muralha; Diogo Matheus, Natan Ribeiro, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Serginho (Thiago Lopes) e Giovanni (Igor Paixão); Juan Alano, Rodrigão e Róbson (Igor Jesus). Técnico: Jorginho

Sport 0
Luan Polli; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Charles, Willian Farias e Leandrinho (Marquinho); Hyuri (Marcinho), Hernane (Elton) e Guilherme. Técnico: Guto Ferreira.

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Andréa Izaura Maffra (PA)
Cartões amarelos: Robson, Sabino, Giovanni ( C) , Norberto (S)
Público total: 15.793 torcedores
Renda: R$ 225.206,50