Cruzeiro

CAMPEONATO BRASILEIRO

Athletico-PR vence, complica o Botafogo e se aproxima do G4 do Brasileiro

Thonny Anderson, ex-Cruzeiro, marcou o gol do Furacão

postado em 17/11/2019 20:03 / atualizado em 17/11/2019 20:25

(Foto: Botafogo/divulgação)
O Athletico tem mostrado que está levando o Campeonato Brasileiro a sério e venceu por 1 a 0 o Botafogo, neste domingo, na Arena da Baixada. Com o resultado, os paranaenses chegaram a 53 pontos e assumiram a quinta posição. Já os alvinegros, com 36, seguem ameaçados pela zona de rebaixamento.

O Athletico dominou a partida, desperdiçou um pênalti na etapa inicial, mas marcou o gol da vitória no segundo tempo, com Thonny Anderson. O Botafogo pouco ameaçou o goleiro Léo e mais uma vez teve um desempenho ruim do ataque.

Na próxima rodada, o Athletico vai até Belo Horizonte para enfrentar o Atlético, no domingo. No mesmo dia, o Botafogo vai receber o Corinthians, no Nilton Santos.

O Botafogo está na luta contra o rebaixamento.

(Foto: Athletico-PR/divulgação)


O jogo

O Athletico começou a partida pressionando o Botafogo e quase abriu o placar logo aos dois minutos. Após boa jogada de Nikão, o atacante chutou cruzado para grande defesa de Diego Cavalieri.

Os donos da casa seguiram com maior posse de bola e tiveram a oportunidade de marcar aos 21 minutos. O árbitro marcou pênalti de Igor Cássio, quando a bola bateu em seu braço na área, com o auxílio do VAR. No entanto, Marcelo Cirino desperdiçou a cobrança, batendo para fora.

A perda da penalidade foi sentida pelo Athletico, que diminuiu a intensidade e permitiu ao Botafogo avançar com mais facilidade. Enquanto os donos da casa erravam nas finalizações, os alvinegros chegaram com perigo aos 43 minutos. Após cobrança de falta, Cícero cabeceou e viu a bola passar muito próxima do gol. Assim, o placar seguiu inalterado até o intervalo.

No segundo tempo, o Athletico voltou com a mesma postura do início do jogo. Os donos da casa perderam grande chance de marcar aos cinco minutos. Rony tocou para Nikão na pequena área, mas o atacante chutou sobre o travessão.

De tanto insistir, o Athletico abriu o placar aos 14 minutos. Após boa jogada de Rony, o atacante tocou para Thonny Anderson mandar para a rede.

Mesmo depois do gol, os paranaenses seguiram melhores em campo e quase ampliaram novamente com Thonny Anderson. O Botafogo só conseguiu chegar com perigo aos 18 minutos, em chute de Cícero que parou em boa defesa de Léo.

O Athletico chegou a marcar o segundo gol, aos 22 minutos. Após cobrança de escanteio, Thiago Heleno subiu sozinho e cabeceou para a rede. No entanto, após consulta ao VAR, o árbitro marcou impedimento de Marcelo Cirino no lance.

Aos poucos, o Botafogo equilibrou a partida, mas seguia tendo problemas na criação das jogadas. O Athletico diminuiu o ritmo e passou a administrar o resultado. Os cariocas quase empataram já nos acréscimos, com Diego Souza, mas o atacante chutou na rede pelo lado de fora. Assim, os paranaenses saíram de campo com mais uma vitória.

FICHA TÉCNICA

ATHLETICO 1 X 0 BOTAFOGO

ATHLETICO PARANAENSE: Léo, Khellven, Robson Bambu, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington, Camacho e Thonny Anderson (Erick); Rony (Marco Ruben), Nikão e Marcelo Cirino (Vitor)

Técnico: Eduardo Barros

BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Fernando, Joel Carli, Gabriel e Lucas Barros; Cícero, João Paulo, Alex Santana (Rhuan) e Leonardo Valencia; Luiz Fernando (Marcos Vinícius) e Igor Cássio (Diego Souza)

Técnico: Alberto Valentim

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data: 17 de novembro de 2019 (Domingo)

Horário: 18h (de Brasília)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa-SC)

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

Cartões amarelos: Thonny Anderson, Robson Bambu, Márcio Azevedo e Thiago Heleno (Athletico); Joel Carli (Botafogo)

GOL

ATHLETICO: Thonny Anderson, aos 14min do segundo tempo

Tags: brasileiro cruzeiroec atleticopr botafogorj arena da baixada seriea