Cruzeiro

FUTEBOL INTERNACIONAL

Técnico italiano diz que pior episódio da carreira foi pênalti perdido por ex-jogador de Atlético e Cruzeiro

Treinador relembrou falha de brasileiro em momento importante da Udinese

postado em 06/12/2018 18:10 / atualizado em 06/12/2018 18:25

AFP PHOTO / GABRIEL BOUYS
O meia-atacante Maicosuel, ex-Atlético e Cruzeiro, foi apontado como responsável pela pior passagem da carreira do técnico italiano Francesco Guidolin. Em entrevista ao "Messaggero Veneto", o treinador relembrou um pênalti perdido pelo brasileiro em jogo contra o Braga, de Portugal, no playoff que antecedeu a fase de grupos da Liga dos Campeões 2012/13.
AFP PHOTO / OLIVIER MORIN

“Aquele pênalti perdido por Maicosuel é uma ferida que ainda sangra (...) a maior decepção da minha carreira de treinador ”. 
AFP PHOTO / OLIVIER MORIN

O jogo de ida do confronto relembrado por Guidolin, disputado em Portugal, terminou empatado em 1 a 1. Na volta, na Itália, o placar se repetiu e a decisão foi para os pênaltis. Naquela ocasião, Maicosuel desperdiçou a terceira cobrança da Udinese ao arriscar uma cavadinha. Os portugueses venceram a série por 5 a 4 e foram à fase de grupos. 

Aquela foi a última participação da Udinese na Liga dos Campeões da Europa.

A classificação para a fase preliminar da Liga dos Campeões 2012/13 foi resultado de um bom Campeonato Italiano (2011/12) realizado pela Udinese. O clube terminou a competição em terceiro lugar atrás apenas da Juventus, campeã, e do Milan, vice-campeão. 

A decepção de Guidolin não se deveu apenas ao erro de Maicosuel, mas pelo fato de a Udinese contar, naquele ano, com uma equipe bastante competitiva. O elenco dispunha de nomes como Benatia, Pablo Armero, Handanovic, Badu, Gelson Fernandes, Roberto Pereyra, Germán Denis, além do maior ídolo da Udinese, o atacante Di Natale.
O time da comuna de Údine ainda contava com os brasileiros Maicosuel, Allan, Willians, Danilo, Neuton e Barreto.

Atualmente sem clube, o técnico Francesco Guidolin ficou mais uma temporada na Udinese até se transferir para o Swansea, onde disputou duas edições do Campeonato Inglês (2015/2016).

Já Maicosuel se transferiu no ano seguinte para o Atlético. No decorrer de sua passagem pelo Galo, o jogador também defendeu o Al Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos, em 2016. No clube mineiro, o meio-campista conquistou a Copa do Brasil e a Recopa Sul-Americana em 2014, e o Campeonato Mineiro em 2015. 

Maicosuel ficou quatro anos no Atlético até se acertar com o São Paulo, em 2017. Ele ainda atuou pelo Grêmio no início desta temporada e disputou o Campeonato Brasileiro pelo Paraná, rebaixado para a Série B. 

O meia-atacante ainda atuou pelo Cruzeiro nos anos de 2007 e 2008. No clube celeste, ele  entrou em campo apenas 28 jogos e marcou um gol.

Tags: ligadoscampeoes italianofut maicosuel americamg interiormg cruzeiroec futinternacional