Cruzeiro

ATLÉTICO

'Thiago Neves queria vir correndo' para o Atlético, revela Mattos

Alexandre Mattos revelou que Thiago Neves não titubeou ao ouvir a proposta

postado em 15/09/2020 16:28 / atualizado em 15/09/2020 16:46

(Foto: Reprodução/Insperiência)
Apesar de ter afirmado, enquanto foi jogador do Cruzeiro, que jamais vestiria a camisa do Atlético, o meia Thiago Neves aceitou prontamente a oferta alvinegra por um contrato até o fim do Campeonato Brasileiro. O negócio só não foi concluído diante da forte rejeição da torcida ao nome do ex-camisa 10 cruzeirense.


“Especificamente nesse (caso Thiago Neves), o foco foi num desejo do treinador (Jorge Sampaoli), numa possibilidade financeira ímpar pro Atlético, no desejo do Thiago também, que nem pensou duas vezes, que queria vir correndo nesse desejo”, contou Mattos.

O vínculo acordado seria por produtividade, com salários consideravelmente mais baixos que os que o Thiago Neves recebia em Cruzeiro e Grêmio.

Na noite de segunda-feira, o Atlético chegou a dar a contratação como fechada. Cerca de duas horas depois, diante da rejeição da torcida e até de ameaças ao jogador, o clube voltou atrás e descartou a incorporação de Thiago Neves. “Só que o entorno e mais, principalmente, a questão da integridade física, física, é que nos fez recuar. (...) Quando estava numa possibilidade iminente de acordo, veio uma repercussão que faz parte do nosso ambiente. E você precisa entender: ‘olha, isso aqui realmente vai ser uma coisa pesada até para a integridade física dele’.



O dirigente assegurou que o Atlético não teve nenhum prejuízo financeiro com a desistência, uma vez que não havia contrato assinado pelas partes. Thiago Neves teve o seu vínculo com o Grêmio rescindido na tarde de segunda-feira. “Não houve absolutamente nada assinado. Da parte do Atlético, absolutamente nada assinado. Teve sim conversas, uma possibilidade”.





Leia também:

Tags: cruzeiro atlético alexandre mattos atleticomg cruzeiroec thiago neves sérgio sette câmara